Total de visualizações de página

sexta-feira, 29 de novembro de 2013



A mãe e a irmã de um empregado morto em acidente d
e trabalho vão receber R$ 500 mil de indenização por danos 
morais das empresas Control Test Engenharia Ltda. e da 
Construtora OAS Ltda. O acidente ocorreu quando o 
trabalhador realizava teste hidrostático em um gasoduto, 
para verificar a resistência mecânica e a existência de 
possíveis vazamentos.

As empresas sustentaram a desproporcionalidade do 
montante indenizatório, que destinou R$ 400 mil para a 
mãe e R$ 100 mil para a irmã, alegando que, em casos 
idênticos, o TST tem arbitrado valores significativamente 
mais baixos. Mas a Sétima Turma do Tribunal Superior do 
Trabalho, por maioria, negou provimento ao agravo de 
instrumento pelo qual tentaram reverter a codenação.

Segundo relator do apelo, ministro Cláudio Brandão, o 
Tribunal Regional do Trabalho da 3ª Região (MG) manteve 
condenação ante o fato de as empresas nada terem feito 
para minorar ou evitar o acidente com o trabalhador, que 
exercia a função de supervisor operacional. A decisão 
regional anotou que o empregado não recebeu nenhum 
treinamento para exercer a atividade.

Caso tivesse sido instruído, certamente, o empregado teria 
maior poder de reação e evitado o acidente que lhe causou 
múltiplos ferimentos, vindo a falecer no hospital, afirmou o 
Tribunal Regional. Para o TRT, o acidente decorreu, 
unicamente, de procedimento inadequado adotado pelas 
empresas para a realização do serviço, uma vez que, se o 
contêiner onde estava o empregado tivesse sido colocado 
mais distante, as lesões teriam sido menores ou nenhuma.

Segundo o relator, consta ainda da decisão regional a 
existência de um estudo indicando a necessidade de uma 
série de medidas de segurança, que poderiam ter evitado o 
acidente ou minimizado suas consequências, mas 
nenhuma providência foi tomada. Assim, diante do 
acentuado grau de culpa dos empregadores, de sua 
capacidade econômica e do caráter punitivo e pedagógico 
da indenização, o relator, levando em conta ainda o fato de 
as empresas terem sido condenadas de forma solidária, 
considerou que o valor da indenização "de modo algum se 
mostra desproporcional".  

A decisão foi por maioria, ficando vencido o ministro Vieira 
de Mello Filho.
(Mário Correia/CF) - Processo: AIRR-842-73.2011.5.03.0005




Unhas e Suas Patologias...














CONTATE-NOS!!! ESTAMOS Á SUA 
DISPOSIÇÃO SEMPRE!!!


AOS ANIVERSARIANTES DO DIA...

$$$EMPREENDA, FAÇA E VENDA$$$





























Árvore de natal de galhos secos, fugindo do tradicional
Árvore de pinheiro pequena com grandes enfeites de natal
Nem árvore, apenas galhos enfeitados para o natal
Árvore de natal sustentável, feita de papelão
Árvore de natal em espiral estilo minimalista
Árvore de arame para enfeitar a parede
5232287211_rect540
Mirrorresized_rect540_rect540
arbol-pared-navidad_rect540
IMG_1142_rect540
Screen-shot-2010-10-19-at-7.50.46-PM-1_rect540
felt-christmas-treejohnny-in-a-dress-162409_rect540



CULINÁRIA FÁCIL...
NATAL FACILITADO...

CHESTER , PERNIL OU FRANGO ASSADO PRONTA ENTREGA PARA O NATAL AO CUSTO DE R$200,00 LIGUE P/ ENCOMENDAS ATÉ DIA 15/12/2013 CEL: 3227-3558!!!



CORDEIRO NA LARANJA AO VINHO
INGREDIENTES:

Serve: 10 
  • 1/2 xícacara (120 ml) de suco de laranja
  • 1 xícara (240 ml) de vinho branco
  • 1/4 xícara (60 ml) de azeite de oliva
  • 3 dentes de alho picados
  • 2 colheres (sopa) de tomilho fresco picado
  • 2 colheres (sopa) de alecrim fresco picado
  • Pimenta-do-reino em pó a gosto
  • 1 pernil de cordeiro (3 kg) cortado com osso
  • Sal e pimenta-do-reino








PREPARO:

Preparo:10mins  ›  Cozimento: 1hora30mins  ›  Tempo 

adicional:8horas marinando  ›  Pronto em:9horas40mins 

  1. Coloque o suco de laranja, o vinho branco, o azeite, o alho, o tomilho, o alecrim e a pimenta em um liquidificador. Bata todos os ingredientes. Despeje essa mistura em um saco plástico grande, tipo zip, e acrescente o cordeiro. Cubra a carne com a marinada, retire o excesso de ar e feche o saco. Leve-o à geladeira para marinar por 8 horas ou uma noite.
  2. Retire o cordeiro da geladeira, no mínimo, 30 minutos antes de assar. Seque-o com papel-toalha. Tempere-o com bastante sal e pimenta em ambos os lados.
  3. Preaqueça o forno a 220ºC. Arrume duas prateleiras (grelhas) no forno – uma no meio para colocar o cordeiro e outra embaixo para colocar a assadeira de coleta do caldo do assado. Coloque a assadeira vazia no forno enquanto este está sendo preaquecido.
  4. Disponha a carne diretamente na prateleira (grelha) do meio, a parte mais gordurosa virada para cima de modo que, enquanto o cordeiro assar, a gordura irá derreter para dentro da carne. A assadeira deve estar na posição, embaixo da carne para pegar o caldo e a gordura do assado que pinga. Asse por 30 minutos. Depois, reduza o fogo para 150ºC. Asse até um termômetro de leitura instantânea, inserido no centro, registrar entre 54 e 57ºC., durante cerca de 10 a 12 minutos por cada 500 g. Retire o cordeiro do forno. Cubra-o com papel-alumínio e deixe-o descansar por 10 a 15 minutos antes de cortar


PERAS AO VINHO: TINTO OU BRANCO UM ESPETÁCULO SEMPRE!!!

Ingredientes:
8 pêras maduras, mas bem firmes
5 colheres de sopa de açúcar
3 raminhos de hortelã
1 garrafa de vinho tinto
1 colher (chá) de cravinhos da Índia (opcional)
3 paus de canela


Modo de preparo:

Numa panela onde possam caber as pêras, colocar o vinho, o açúcar, canela e os raminhos de hortelã. Leve ao fogo e quando levantar fervura diminua sem tampar. A mistura vai reduzir ligeiramente, depois da evaporação do álcool, tornando-se uma calda encorpada. Reserve. Descasque as pêras conservando o cabinho e faça um corte horizontal no fundo para que elas possam ficar em pé. Coloque-as na calda e leve ao fogo para cozinhar, completando com água durante o cozimento se for necessário. Para verificar se as peras estão cozidas espete um palito na fruta. Quanto mais macia mais cozida ela estará.
Dicas: O ideal é usar pêras do tipo portuguesa (em Portugal chamadas de pêra rocha). Se não tiver hortelã fresca use duas colheres (chá) de hortelã seca. Enquanto descasca as pêras vá pondo as descascadas em água com limão para que não escureçam. As pêras devem estar macias, mas não moles demais fique atenta ao cozimento. Caso queira troque o açúcar por 4 colheres (sopa) de adoçante Tal&Qual Sirva com sorvete de creme ou nata se desejar.


MENSAGEM...



















Nenhum comentário: