Total de visualizações de página

segunda-feira, 11 de novembro de 2013






IGNIÇÃO ESPONTÂNEA
Você já viu um pintor recolher trapos ensopados com óleo de linhaça, tinta e terebentina ao término do trabalho? Se já viu, você viu na verdade uma demonstração de prevenção de incêndio no trabalho. Isto também vale para o mecânico que coloca os pedaços de pano com óleo num recipiente de metal equipado com tampa automática. Latas para trapos com óleo devem ser colocadas em todos os lugares onde eles precisam ser usados. Estas medidas de precaução são geralmente tomadas no trabalho, mas não em casa.

Por que esses pedaços de pano ou trapos representam risco de incêndio?

Representam porque um fósforo ou cigarro acesos poderiam ser jogados sobre eles causando um incêndio. Esta é realmente uma das razões. Um outro fator é a auto-ignição. Sob certas condições, estes materiais podem pegar fogo sem a presença de uma chama. A ignição espontânea é um fenômeno químico, no qual há uma lenta geração de calor, a partir da oxidação de materiais combustíveis. 

Como “oxidação” significa a combinação com o oxigênio, devemos nos lembrar de que o oxigênio é um dos três fatores necessários para fazer fogo: combustível, calor e oxigênio.
Quando a oxidação é acelerada o suficiente sob condições adequadas, o calor gerado atinge a temperatura de ignição do material. Assim haverá fogo sem o auxílio de uma chama externa. Alguns materiais entram em ignição mais rapidamente do que outros. 

Por exemplo: sob mesma aplicação de calor, o papel incendeia mais rápido que a madeira; a madeira mais rápido que o carvão; o carvão mais rápido que o aço e assim por diante. Quanto mais fina for a partícula de um combustível mais rapidamente ele queimará. 

Voltemos aos trapos com óleo. Os peritos em incêndio já provaram que muitos dos incêndios industriais (e alguns domésticos sérios) foram causados quando trapos oleosos empilhados juntos geraram calor suficiente para pegar fogo. Estes especialistas nos ensinaram duas formas de evitarmos a auto-ignição de trapos com óleo: manter o ar circulando através deles ou colocando-os num local onde não teriam ar suficiente para pegar fogo. 
A designação de uma pessoa especialmente para ficar revirando uma pilha de trapos para evitar a queima é ridículo. Assim sendo, a segunda idéia parece ser melhor. 

O lugar ideal é uma lata de metal com tampa automática, isto é, que feche por si mesma. A finalidade é excluir todo o oxigênio. Naturalmente se enchermos o recipiente até a boca, a ponto de a tampa não fechar totalmente, a finalidade do recipiente estará comprometida. O oxigênio penetrará na lata e fornecerá o item que lhe falta para causar o incêndio.

Para iniciar um incêndio alguns itens são mais perigosos. O óleo de linhaça e os óleos secantes usados para pintura são especialmente perigosos. Porém, mesmo óleo de motor tem capacidade de incendiar trapos espontaneamente. 
A temperatura normal do ambiente, algumas substâncias combustíveis oxidam lentamente até atingirem o ponto de ignição. 

Em pilhas de carvão com temperaturas acima de 60 graus centígrados são consideradas perigosas. Quando a temperatura aproximar deste valor e tende a aumentar, é aconselhável a remoção da pilha de modo a ter uma melhor circulação de ar para arrefecimento.
Os fazendeiros conhecem muito bem o risco da serragem, cereais, juta e sisal, especialmente quando estão sujeitos a calor ou a alternação de umedecimento e secagem. A circulação de ar, a remoção de fontes externas de calor e o armazenamento em quantidades menores são os cuidados desejáveis.

Tenha em mente os perigos da combustão espontânea e pratique jogando trapos com óleo e lixo em recipientes adequados, tanto no trabalho quanto em casa. Faça da segurança o seu mais importante projeto pessoal, aquele do tipo “FAÇA VOCÊ MESMO”.





efeito pavio combustão humana espontânea
combustão humana espontanea mostrando efeito pavio


ONTEM NO IV ENCONTRO DO DIA DOS TÉCNICOS EM SEGURANÇA NO TRABALHO
Foto: Participação do nosso colega...

FORMATURA DA 1ª TURMA DE BOMBEIRO CIVIS DA FIRE!!!























CONTATE-NOS!!! ESTAMOS Á SUA 

DISPOSIÇÃO SEMPRE!!!



AOS ANIVERSARIANTES DO DIA...



$$$EMPREENDA, FAÇA E VENDA$$$







Foto: Falso Mosaico em e.v.a – Decorativo, organizador e criativo monte o seu!!! Também pode servir como ideia para o Natal!!!
==========
Passo-a-Passo ANR: http://goo.gl/K9wDRS

Apoio: www.pastafosqueante.com.br






CULINÁRIA FÁCIL...
SALADA DE ABOBRINHA, TOMATE SECO E OVOS DE CODORNA

600 gramas: Abobrinha (courgette);

100 gramas: Tomate seco caseiro;

10 unidades: Ovo de codorna;

3 colheres de sopa: Azeite de oliva 

aromatizado;

1 colher de chá: Mistura de temperos.

PREPARO:

  1. Higienize a abobrinha e corte-a em fatias de 1 cm. Cozinhe-a por 2 minutos em água fervente, retire-a com escumadeira e passe por água fria, deixe em uma peneira escorrendo. Reserve.
  2. Higienize os ovos de codorna, cozinhe-os. Tire as cascas, e reserve.
  3. Misture o azeite com os temperos secos, tempere a abobrinha com a mistura, leve à geladeira e deixe em repouso por 20 minutos.
  4. Em uma saladeira distribua as abobrinhas, os tomates secos e os ovos de codorna.
  5. Sirva a Salada de Abobrinha com Tomate Seco fria.

SOBERT DE MANGA DIET
Receita de Sorbet de Manga

650 gramas: Manga polpa natural;

4 colheres de sopa: Suco de limão natural;

1 colher de sopa: Limão raspas;

2 colheres de sopa: Adoçante culinário em 

pó.


Receita de Sorbet de Manga
PREPARO:
  1. Higienize as mangas (utilizei 2 bem maduras) e os limões. Descasque e corte em pedaços as mangas, rale o limão e extraia o suco dos limões. Reserve.
  2. Coloque as mangas em um liquidificador ou processador e bata por 5 minutos ou até se transformar em creme.
  3. Desligue o liquidificador acrescente o suco do limão, o adoçante e as raspas de limão (dão um aroma especial) e misture.
  4. Leve ao freezer por 5 horas ou até começar a cristalizar em um recipiente coberto por filme plástico, feche depois com a tampa do recipiente.
  5. Numa batedeira junte o creme bata por 10 minutos.
  6. Volte novamente o sorbet ao freezer com os mesmos cuidados, deixe repousar por mais 5 horas ou até começar a cristalizar.
  7. Bata novamente durante 10 minutos, repita a operação até o sorbet ficar na consistência desejada.
  8. Sirva o Sorbet de Manga Diet com petit gateau de alfarroba ou da forma que desejar.




MENSAGEM...













Nenhum comentário: