Total de visualizações de página

quarta-feira, 13 de novembro de 2013

Frase Bom dia! Que tudo dê certo

RISCOS AMBIENTAIS DENTRO DAS 

ORGANIZAÇÕES!!!




Grupo I - Riscos Físicos


Nesta categoria se enquadra os riscos considerados físicos, 

como Frio, Calor, Radiação ionizante, Umidade, Ruídos 

(sons) e outras atividades físicas que possam vir a 

atrapalhar a saúde do trabalhador.


Grupo II - Riscos Químicos


São riscos oferecidos devido as características química dos 

fatores, como Gases tóxicos, Fumos poluentes, Poeiras, 

Vapores e substâncias tóxicas e venenosas, de um modo 

geral.



Grupo III - Riscos Biológicos

São riscos ocasionados por substâncias vivas, 

principalmente em laboratórios e ambientes de pesquisa 

científica, ou que fazem uso de agentes biológicos, como 

Farmácias, Hospitais, Empresas e Indústrias de Cosméticos.

Os principais agentes que oferecem esses riscos são Vírus, 

Fungos, Bactérias, Germes etc.



Grupo IV - Riscos Ergonômicos


São problemas ocasionados por má postura do trabalhador, 

movimentos errados, excesso de trabalho ou esforço, ações 

repetitivas etc.

~

Grupo V - Riscos de Acidentes

São riscos geralmente iminentes de acidentes, como 

trabalho em ambiente com Corrente elétrica, tensão, 

animais perigosos, maquinas pesadas, ferramentas velhas e 

defeituosas, dentro outros fatores que podem ocasionar 

todo e qualquer tipo de acidente.





 ACIDENTES COM TRABALHADORES OCORREM POR CANSAÇO E FALTA DE TREINAMENTO E AUSÊNCIA DE EPI´S!!!

Dois trabalhadores morreram e um ficou seriamente ferido em mais casos de acidentes pelo Brasil.

Os acidentes são motivados pelo cansaço, pela falta de treinamento e ausência do Equipamento de Proteção Individual (EPIs), entre outros motivos.

Em Fortaleza, no Ceará, um empregado de 23 anos morreu no fim da tarde de terça-feira, 22 de outubro, no Bairro Granja Portugal, depois de levar um choque elétrico. O operário trabalhava em uma obra e quando estava na laje superior do prédio esbarrou numa barra de ferro com fios de alta tensão e morreu na hora.

Em Teresina, no Piauí, parte de uma máquina de concretagem se chocou contra um operário, ferindo-o na altura da virilha, também na terça-feira, às 16h30, no quarto andar de uma obra localizada na rua Alcides Freitas, no bairro Mafuá, Zona Norte da capital. O empregado estava desacordado, quando foi socorrido pelo Corpo de Bombeiros e levado ao Hospital de Urgência de Teresina (HUT). Segundo informações do hospital, o trabalhador está recebendo todo o atendimento necessário.


Em Distrito de Culturama, no Mato Grosso do Sul, um trabalhador morreu após sofrer queimaduras devido à alta temperatura da massa usada no recapeamento, no fim da manhã de sexta-feira, 18. O trabalhador terceirizado caiu do caminhão em que estava, dentro da máquina que fica acoplada ao veículo, utilizada para soltar a massa asfáltica na pista. Funcionários da própria empresa perceberam e retiraram o trabalhador de dentro da máquina e aguardaram a chegada do Corpo de Bombeiros ao local. O trabalhador foi levado ao Pronto Socorro do Hospital da SIAS de Fátima do Sul ainda com vida, porém não resistiu aos ferimentos.

Em Ibirité, Região Metropolitana de Belo Horizonte (MG), um eletricitário morreu depois de receber uma descarga elétrica quando fazia manutenção da rede de média tensão, na segunda-feira, 21 de outubro. De acordo com o Sindieletro, este é o terceiro acidente fatal na Cemig este ano e outros dez muito graves também aconteceram, inclusive com mutilações de membros.
Os acidentes citados vão fazer parte do Anuário Estatístico da Previdência Social de 2013. Esta semana, a Previdência Social divulgou os números relativos a 2012. (Acesse aqui o AEPS 2012). O setor com maior número de acidentes é o de Comércio e Reparação de Veículos Automotores com 95.659 registros, seguido pelo setor de Saúde e Serviços Sociais, com 66.302 acidentes. O setor com o terceiro maior índice de acidentes é o da construção civil, que apresentou um aumento, passando de 60.415 em 2011, para 62.874 em 2012.

No caso de mortes, o Anuário informa que em 2012 foram registrados 2.731, enquanto em 2011 foram 2.938. Ficaram permanentemente incapacitados 14.755 trabalhadores. Foram 541.286 acidentes com Comunicados de Acidente de Trabalho - CAT emitidos e 163.953 sem emissão de CAT.

As estatísticas continuam demonstrando a necessidade de ampliação do número de Auditores Fiscais do Trabalho para atuar na prevenção de acidentes, exigindo o cumprimento das Normas Regulamentadoras que tratam de Segurança e Saúde no Trabalho.

O Sinait denuncia que o concurso público em andamento para o cargo de Auditor Fiscal do Trabalho com 100 vagas não atende à demanda de um mercado econômico crescente. Sequer repõe o número de vagas ociosas na carreira, que passa de 830 e aumenta a cada dia, em razão das aposentadorias. De acordo com estudo do Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada - Ipea há a necessidade de contratar mais de 5 mil profissionais da área de fiscalização trabalhista. Hoje são cerca de 2.800 Auditores para fiscalizar mais de 13 milhões de empresas espalhadas pelo Brasil. 










CONTATE-NOS!!! ESTAMOS Á SUA 

DISPOSIÇÃO SEMPRE!!!



AOS ANIVERSARIANTES DO DIA...


$$$EMPREENDA, FAÇA E VENDA$$$























CULINÁRIA FÁCIL...

BACALHAU DESFIADO DE FORNO

  • 1 kg de bacalhau demolhado
  • 6 unidades de ovo cozido em rodelas
  • 200 gr de batata cozidas e picadas
  • quanto baste de azeitona preta picada

Molho

  • 1 folha de louro
  • 2 unidades de cebola em tiras
  • 2 dentes de alho picados
  • 3 unidades de tomate picados
  • quanto baste de sal
  • quanto baste de pimenta-do-reino branca

modo de preparo

  1. Deixe o bacalhau de molho por 12 horas, trocando de 
  2. água algumas vezes ou fervendo até tirar o sal todo.

  3. A seguir ponha uma panela no fogo com água e ferva.

  4. Acrescente o bacalhau e deixe nessa água por 20 minutos com o fogo desligado e a panela tampada

  5. Em seguida desfie o bacalhau e reserve.

  6. Nessa mesma água  cozinhe as batatas e reserve.
Molho

  1. Esquente o azeite e doure o alho, as cebolas.
  2. Depois acrescente os tomates e o louro
  3. Tempere com sal e pimenta. Reserve.
Montagem

  1. Num refratário, espalhe o bacalhau, por cima ponha as 
  2. batatas picadas e os ovos.
  3. Em seguida adicione o molho e no final polvilhe as 
  4. azeitonas
  5. Coloque no forno por aproximadamente 10 minutinhos e 
  6. sirva regado com o azeite
FLAN DE COCO COM FRUTAS VERMELHAS

Para o flan:
Leite condensado, 390 g 
Leite de coco, 250 ml 
Coco ralado, 2 colheres (sopa) 
Gelatina em pó incolor e sem sabor, 1 envelope (12g)
Creme de leite, 290 g 

Para o coulis:
Polpa de frutas vermelhas (morango, mirtilo, framboesa), 

500 g 
Água, 1 litro 
Açúcar, 800 g


PREPARO

Flan
No liquidificador, bata o leite condensado, o leite de coco e o coco ralado. Dissolva a gelatina de acordo com as instruções do fabricante e adicione à mistura batida. Em seguida, acrescente o creme de leite.

Despeje, então, em um recipiente untado com óleo e leve à geladeira até endurecer.
Coulis 
Bata a polpa com a água no processador e coloque em uma panela.

Adicione o açúcar e deixe reduzir.
Sirva a calda gelada, por cima do flan.



MENSAGEM...









Nenhum comentário: