Total de visualizações de página

sexta-feira, 9 de dezembro de 2011

Recados de Bom Dia para Orkut


PROCEDIMENTOS CORRETOS PARA REABASTECIMENTO DE MÁQUINAS E VEÍCULOS



Parece que o abastecimento e o reabastecimento de máquinas e veículos é uma coisa quase que contínua. É necessário e faz parte da rotina de nosso trabalho. Tanto é que algumas vezes esquecemos o quanto é perigoso. O perigo está no fato de que a gasolina evapora rapidamente e seus vapores invisíveis podem se espalhar para locais onde nós menos esperamos que estejam.

No reabastecimento nós temos não apenas vapores, mas também outros riscos. Assim sendo, precisamos tomar bastante cuidado nesta operação.
 QUANDO ESTIVER REABASTECENDO UMA MÁQUINA A PARTIR DE UM TANQUE ACIMA DO SOLO, QUAIS SÃO AS REGRAS DE SEGURANÇA QUE DEVEMOS NOS LEMBRAR?

- Mantenha o bico da bomba em contato com a boca e o tubo de combustível enquanto abastece. Isto impedirá o acúmulo de eletricidade estática e uma possível explosão;

-           Manter a máquina freada para não haver qualquer deslocamento;

-           Desligue o motor e a chave de ignição antes de começar o abastecimento;

-           Não fume em áreas de abastecimento;

- Mantenha o extintor de incêndio próximo ao local de abastecimento;

- Nunca encha o tanque totalmente. Deixe algum espaço para expansão e inclinação sem derramamento.

-           Drene a mangueira quando terminar e limpe algum derramamento que tenha ocorrido.

Normalmente abastecemos pequenos motores usando pequenos galões. Quais são as características que tornam um recipiente seguro para colocar gasolina?

-           Ele deve ter uma capacidade entre 3 e 15 litros;

-           Deve ter um abafador de chama dentro do recipiente para impedir que uma centelha ou calor faça os vapores entrarem em ignição;

-           Deve possuir um sistema de alívio de pressão de dentro para fora, mas que mantenha a abertura fechada;

-           A peça para segurar o recipiente deve ser construída de forma a proteger a alavanca de abertura.

O que realmente devemos evitar quando estamos reabastecendo?

-           Derramar gasolina no piso ou chão. Se derramar devemos jogar material absorvente e recolher o material para um local seguro, evitando que os vapores se espalhem;

-           Evitar que o combustível atinja nossas roupas. Se isto acontecer procure trocar de roupas, pois os vapores presentes no tecido são irritantes;

-           Colocar gasolina onde haja fonte de calor, centelha ou chama a menos de 16 metros de onde estamos.


FINAL DE SEMANA...DIAS DE
DESOPILAR, CURTIR,
AZARAR...
ENTÃO QUE TAL PREVENIR?!?!?
 AFINAL CAMISINHA É DE GRAÇA NOS POSTOS DE SAÚDE!!!
 RESPEITE-SE E RESPEITE A SAÚDE ALHEIA!!!


O que são as DSTs?

"Doenças sexualmente transmissíveis são infecções transmitidas através de uma relação sexual com alguém que já seja portador da infecção".
Estas infecções são geralmente transmitidas através do coito, mas podem ainda ocorrer através de outros tipos de contato sexual, como a relação sexual anal e oral.

Elas podem ser causadas por parasitas, bactérias ou vírus. A importância destas doenças está no fato de, além do alto risco de disseminação, poderem ocasionar graves danos à saúde do indivíduo acometido.

As conseqüências podem ser desde distúrbios emocionais, doença inflamatória pélvica (DIP), infertilidade, lesões fetais, até câncer, além de facilitar a transmissão do vírus da AIDS (HIV).

A incidência das DST vem aumentando nos últimos anos, sendo considerada como um problema de Saúde Pública.

Este aumento ocorre em conseqüência das baixas condições socioeconômicas e culturais, das péssimas atuações dos serviços de saúde, do despreparo dos profissionais de saúde e de educação, e da falta de uma educação sexual adequada, principalmente voltada para os jovens.

Hoje, as DST estão entre as doenças mais comuns em todo o mundo. As mais comuns são a AIDS, sífilis, gonorréia e clamídia.





Qualquer pessoa que tenha atividade sexual tem risco de contrair uma DST. O risco maior ocorre quando a pessoa tem relação com vários parceiros, ou quando o parceiro teve ou têm parceiros múltiplos. Ainda, quando a relação sexual foi realizada (ou costuma ser) sem a utilização de preservativo (camisinha).

Os principais sintomas das DSTs são:

- Coceira ao redor da vagina e/ou corrimento vaginal
- Corrimento/secreção na uretra peniana no homem
- Dor durante o sexo, ao urinar, ou na região da pelve
- Dores de garganta após sexo oral
- Dores no ânus após sexo anal
- Lesões de tipo cancro, não dolorosas na área genital, ânus, língua e/ou garganta
- Urina escura; urinar a todo momento; fezes mais claras
- Pequenas vesículas ou nódulos que se rompem na área genital
- Febre, dor no corpo, gânglios linfáticos aumentados
- Perda de peso, suores noturnos, cansaço inexplicável, infecções raras acontecendo
- Verrugas cor da pele na área genital


Diagnóstico

A maioria das DSTspode ser diagnosticada por um exame local pelo médico. Exames de sangue e culturas de secreções retiradas das áreas genitais podem também identificar o agente causador da doença.

Prevenindo as DSTs

Todas as pessoas que tem relações sexuais estão sob risco para as DST. Assim, alguns cuidados são importantes ao escolher o parceiro sexual, e no ato sexual propriamente dito.

As principais recomendações são:
1. Escolha do parceiro(a) sexual - O ideal é que as relações sejam monogâmicas estritamente
2. Se isso não for possível, evite relações com pessoas portadoras de DSTs
3. Limite o número de parceiros(as) sexuais - quanto maior o número, maior o risco que você se contaminar, ou de disseminar uma infecção da qual você seja o portador
4. Procure por sinais de DSTs em seu parceiro(a) - verrugas, secreções, lesões de pele, etc.
5. Não tenha relações sexuais se você está em tratamento para uma DST
6. Use sempre a camisinha, inclusive para sexo oral e anal - lembre-se, estas também são formas de relação sexual e través das quais uma doença pode ser transmitida
7. Use espermicida (nonoxinol-9) juntamente com as camisinhas - o espermicida pode ajudar a matar alguns dos germes que causam as DSTs
8. Lave os genitais com água e sabão e urine logo após a relação sexual - isso pode ajudar a limpar germes (caso existam), antes que eles tenham a chance de infectá-lo(a)


Preservativos Masculinos (camisinha)

Os preservativos de látex masculinos reduzem o risco de pegar uma DST. Eles devem ser usados corretamente, todas as vezes que houver uma relação sexual, e durante todos os tipos de relação. Os preservativos femininos não são tão eficazes como os masculinos, mas se o parceiro masculino se recusar a usa-lo, e se a mulher ainda assim quiser ter a relação sexual, o preservativo feminino deveria ser usado por ela.

Os preservativos não têm 100% de segurança, e não irão preveni-lo de ter contato com lesões que estão próximas da área genital, como as verrugas que surgem na infecção pelo HPV.


O uso da Camisinha

- Use um preservativo todas as vezes que tiver uma relação sexual, ou que haja algum tipo envolvimento com o pênis do parceiro
- Coloque a camisinha com o pênis ereto antes do contato íntimo
- Comece a inserção desde a ponta do pênis e insira até a base
- Deixe um espaço vazio sem ar na ponta da camisinha para coletar o sêmen (o ar na ponta do preservativo dede ser removido antes da relação)
- Não use lubrificantes à base de óleo mineral ou vegetal ou de petróleo - podem danificar o preservativo.
- Após a ejaculação, remova o pênis e retire o preservativo cuidadosamente, para não espalhar o sêmen.
- Use o preservativo apenas uma vez
- Se achar que a camisinha esteja danificada, ou sua coloração ou a textura esteja modificada, NÃO A USE.
- Geléias espermicidas podem ser usadas com uma camisinha e diminuem ainda mais a chance de transmissão do vírus



Prinicipais causadores das DSTs

A classificação abaixo procura relacionar as prinicpais DSTs com o agente etiológico.

Vírus

Herpes simples: herpes labial, genital primário/recorrente, meningite asséptica, herpes neonatal, aborto espontâneo, parto prematuro.

     
Vírus da hepatite B: hepatite aguda /crônica /fulminante, carcinoma hepatocelular primário.

 Vírus da Hepatite C transmitido sexualmente.

Vírus da hepatite A: hepatite A.

    CONDILOMA
Papovavírus: condiloma acuminado, papiloma laríngeo, neoplasia intraepitelial cervical, carcinoma do colo uterino.

   Vírus do molusco contagioso: molusco contagioso genital.

Citomegalovírus: infecção congênita, mononucleose infecciosa.
HIV - AIDS.




Bactérias

Mycoplasma homínis: febre pós-parto, salpingite.
Ureaplasma urealiticum: uretrite, corioamniotite, baixo peso ao nascer.
Neisseria gonorrhoeae: uretrite, epidimite, cervicite, proctite, faringite, conjuntivite, endometrite, peri-hepatite, bartholinite, infecção gonocócica disseminada, salpingite, DIP, infertilidade, gravidez ectópica.
Chlamydia trachomatis: uretrite, cervicite, endometrite, salpingite, DIP, infecções neonatais etc.
Treponema pallidum: sífilis.
Gardnerella vaginallis: bacteriose vaginal.
Haemophilus ducreyi: cancro mole.
Calymmatobacterium granulomatis: donovanose.
Shigella sp: shigelose.
Salmonella sp: salmonelose.
Campylobacter foetus: enterite e proctite.
Streptococcus do grupo B: septicemia e meniginte neonatal.

Fungos

Candida albicans: vulvovaginite, balanite e balanopostite.

Protozoários

Trichomonas vaginallis: vaginite, uretrite.
Entamoeba kystolitica: amebíase.
Giardia lamblia: giardíase.

Ectoparasitas

Phthirus pubis: pediculose do púbis.
Sarcoptes scabiei: escabiose.

CULTURA...EDUCAR PARA CRESCER...


6 Razões Para Ler Com Seu Filho Nas Férias

Não é tão simples desenvolver o gosto pela leitura, mas é aos poucos - e na companhia de leitores experientes - que as crianças e adolescentes se interessam pelos livros

Aproxima-se o final do ano e logo pensamos nas férias ou, pelo menos, nos dias de descanso por conta das festas. Nada de acordar cedo para trabalhar, enfrentar horas no trânsito e viver na loucura do dia a dia. É hora de curtir a família. No seu filho bate a mesma alegria: acabaram-se - pelo menos temporariamente - as provas e os compromissos escolares.

Por essas e outras razões, o período das férias é muito especial. Podemos fazer coisas que não encontramos tempo na correria cotidiana. E uma delas é criar momentos de prazer com seu filho.
 Aqui você encontra boas razões para ler com ele nas férias:
  
 1. Ajuda a não perder o ritmo de aprendizagem

As férias devem ser um período de descanso para seu filho, mas fique atento para que este relaxamento não o faça perder o fio da meada. O próximo ano não está tão distante assim e há muitas formas de mantê-lo estimulado sem que isto o desgaste. Frequentar museus, cinemas e exposições são boas alternativas. E outra, que se faz em casa mesmo, é ler para ele ou incentivá-lo a ler sozinho.

A aprendizagem não acontece de forma fragmentada, como se fossem várias gavetinhas onde se separam as meias das camisetas. O que vocês descobrem juntos a partir da leitura irá somar-se ao repertório de conhecimento de vocês. Então, passarão a conhecer novos livros, autores e ilustradores, poderão se encantar e aprender com a linguagem literária, ganharão maior fluência e fôlego na leitura de livros mais extensos.

Todas essas experiências, independentemente se acontecem na escola, em casa ou em outros momentos da vida de seu filho, contribuem para torná-lo mais interessado, envolvido e informado sobre o universo cultural e literário.
 
 
As férias devem ser um período de descanso para seu filho, mas fique atento para que este relaxamento não o faça perder o fio da meada. O próximo ano não está tão distante assim e há muitas formas de mantê-lo estimulado sem que isto o desgaste. Frequentar museus, cinemas e exposições são boas alternativas. E outra, que se faz em casa mesmo, é ler para ele ou incentivá-lo a ler sozinho.

A aprendizagem não acontece de forma fragmentada, como se fossem várias gavetinhas onde se separam as meias das camisetas. O que vocês descobrem juntos a partir da leitura irá somar-se ao repertório de conhecimento de vocês. Então, passarão a conhecer novos livros, autores e ilustradores, poderão se encantar e aprender com a linguagem literária, ganharão maior fluência e fôlego na leitura de livros mais extensos.

Todas essas experiências, independentemente se acontecem na escola, em casa ou em outros momentos da vida de seu filho, contribuem para torná-lo mais interessado, envolvido e informado sobre o universo cultural e literário.
2. Mostra que a leitura é um prazer
 
É esperado que a escola solicite aos alunos que leiam livros como atividades obrigatórias e periódicas, que são, na maioria das vezes, escolhidos pelos próprios professores ou definidos pelos currículos nacionais.

No entanto, nas férias, a proposta é outra. É o momento de escolher o que queremos ler. É muito diferente quando enfrentamos a leitura de um livro porque ele atende a uma curiosidade nossa, seja porque a temática nos interessa, seja pelo autor que o escreveu ou seja porque foi indicado por um amigo.

A experiência de escolher o que se deseja ler também deve ser aprendida. Não é tão simples fazer uma escolha dentre tantas opções disponíveis nas estantes. Então, caso seu filho não se mostre estimulado com a ideia, ajude-o fazendo comentários sobre as obras, chamando-lhe a atenção sobre aspectos que podem lhe interessar, como: "olhe só, esse livro é sobre uma aventura na selva!", "essa história foi escrita por um autor que você conhece e gosta muito", "quando eu era pequeno, adorava essa história, acho que você também pode gostar!", "esse livro tem vários contos, podemos ler juntos".

Aos poucos, ele vai se habituar a ler, e mais: vai começar a optar pelas suas leituras, terá cada vez mais critérios para fazer suas escolhas. O importante é dar o primeiro passo!
É esperado que a escola solicite aos alunos que leiam livros como atividades obrigatórias e periódicas, que são, na maioria das vezes, escolhidos pelos próprios professores ou definidos pelos currículos nacionais.

No entanto, nas férias, a proposta é outra. É o momento de escolher o que queremos ler. É muito diferente quando enfrentamos a leitura de um livro porque ele atende a uma curiosidade nossa, seja porque a temática nos interessa, seja pelo autor que o escreveu ou seja porque foi indicado por um amigo.

A experiência de escolher o que se deseja ler também deve ser aprendida. Não é tão simples fazer uma escolha dentre tantas opções disponíveis nas estantes. Então, caso seu filho não se mostre estimulado com a ideia, ajude-o fazendo comentários sobre as obras, chamando-lhe a atenção sobre aspectos que podem lhe interessar, como: "olhe só, esse livro é sobre uma aventura na selva!", "essa história foi escrita por um autor que você conhece e gosta muito", "quando eu era pequeno, adorava essa história, acho que você também pode gostar!", "esse livro tem vários contos, podemos ler juntos".

Aos poucos, ele vai se habituar a ler, e mais: vai começar a optar pelas suas leituras, terá cada vez mais critérios para fazer suas escolhas. O importante é dar o primeiro passo!
 
3. É um bom divertimento para os dias de chuva
 
Em nosso país, as férias mais longas acontecem no final do ano. É verão, há muito sol e calor, mas também fortes chuvas. Às vezes, são tão intensas que somos impedidos de sair de casa. Nesta hora, um livro pode ser uma ótima companhia para sentar ou deitar em um lugar confortável e esperar a chuva passar. Ana Maria Machado, consagrada autora de livros infantis, escreveu um livro que, além de divertir, pode dar ótimas ideias!

Em Dia de Chuva, as crianças não se desanimam com as gotas que não param de molhar a janela. Vivem grandes aventuras sem sair da sala de casa: as almofadas do sofá se transformam em elefantes, as cadeiras, nos troncos das árvores e o inofensivo cachorrinho da casa, em uma fera. As ilustrações têm um papel importante nesse livro, pois, enquanto a narrativa relata a fantasia criada pelas crianças, as imagens contam a mesma história de outro ponto de vista.

Outros livros também podem ser boas opções.
 

Em nosso país, as férias mais longas acontecem no final do ano. É verão, há muito sol e calor, mas também fortes chuvas. Às vezes, são tão intensas que somos impedidos de sair de casa. Nesta hora, um livro pode ser uma ótima companhia para sentar ou deitar em um lugar confortável e esperar a chuva passar. Ana Maria Machado, consagrada autora de livros infantis, escreveu um livro que, além de divertir, pode dar ótimas ideias!

Em Dia de Chuva, as crianças não se desanimam com as gotas que não param de molhar a janela. Vivem grandes aventuras sem sair da sala de casa: as almofadas do sofá se transformam em elefantes, as cadeiras, nos troncos das árvores e o inofensivo cachorrinho da casa, em uma fera. As ilustrações têm um papel importante nesse livro, pois, enquanto a narrativa relata a fantasia criada pelas crianças, as imagens contam a mesma história de outro ponto de vista.

Outros livros também podem ser boas opções. Consulte nossas sugestões de livros e veja que outras obras podem agradar seu filho. (sugestão: colocar o link da galeria de indicações)
4. É uma boa inspiração de presente de Natal
 
Já em meados de novembro começam a aparecer os primeiros anúncios e comerciais televisivos que nos lembram que o Natal está por perto. Aí começa a corre-corre das compras: shoppings lotados e filas quilométricas. E, muitas vezes, nos esquecemos de um lugar onde podemos encontrar variados presentes: as livrarias!

Também costumam ficar tumultuadas, claro. Mas não se comparam aos centros comerciais. Oferecem muitas opções: obras literárias, biografias, guias de viagem, livros de receitas, de arte e por aí vai. Algumas livrarias também têm CDs de música e DVDs de filmes e shows. E, se você tiver sorte, há descontos especiais para essa época do ano.

A seção infanto-juvenil é a que vem ganhando maior espaço. As estantes oferecem muitas opções de livros ilustrados, com capas coloridas e vistosas. Essas obras saltam aos olhos das crianças e dos adolescentes, que podem pegá-las nas mãos e folheá-las sem compromisso. Seu filho pode se encarregar da escolha dos presentes de irmãos e primos da família, indicando livros que ele já leu e aprovou.

Sugira a ele que considere os interesses e gostos de seus familiares para fazer suas escolhas. O título e as ilustrações presentes nas capas dos livros já trazem dicas sobre o que eles abordam. Na parte de trás do livro, muitas vezes há um breve resumo da história ou a biografia do autor. E você pode apoiá-lo lendo as informações e decidindo se os livros podem ou não agradar os presenteados.

Pode ser que as compras levem mais tempo, mas certamente irão render bons momentos entre vocês - e ainda deixar o seu filho com vontade de ler mais e mais.
Já em meados de novembro começam a aparecer os primeiros anúncios e comerciais televisivos que nos lembram que o Natal está por perto. Aí começa a corre-corre das compras: shoppings lotados e filas quilométricas. E, muitas vezes, nos esquecemos de um lugar onde podemos encontrar variados presentes: as livrarias!

Também costumam ficar tumultuadas, claro. Mas não se comparam aos centros comerciais. Oferecem muitas opções: obras literárias, biografias, guias de viagem, livros de receitas, de arte e por aí vai. Algumas livrarias também têm CDs de música e DVDs de filmes e shows. E, se você tiver sorte, há descontos especiais para essa época do ano.

A seção infanto-juvenil é a que vem ganhando maior espaço. As estantes oferecem muitas opções de livros ilustrados, com capas coloridas e vistosas. Essas obras saltam aos olhos das crianças e dos adolescentes, que podem pegá-las nas mãos e folheá-las sem compromisso. Seu filho pode se encarregar da escolha dos presentes de irmãos e primos da família, indicando livros que ele já leu e aprovou.

Sugira a ele que considere os interesses e gostos de seus familiares para fazer suas escolhas. O título e as ilustrações presentes nas capas dos livros já trazem dicas sobre o que eles abordam. Na parte de trás do livro, muitas vezes há um breve resumo da história ou a biografia do autor. E você pode apoiá-lo lendo as informações e decidindo se os livros podem ou não agradar os presenteados.

Pode ser que as compras levem mais tempo, mas certamente irão render bons momentos entre vocês - e ainda deixar o seu filho com vontade de ler mais e mais.
5. Bibliotecas são uma ótima maneira de passar o tempo livre
 
As férias são longas e há tempo para fazer muitas coisas! Uma boa ideia é aproveitar os dias livres para ficarem sócios de uma biblioteca! Você pode acompanhar seu filho e juntos fazerem um reconhecimento do espaço.

Os livros estão separados por temas? Por faixa etária? O que compõe o acervo: apenas livros ou há revistas, gibis, filmes e outros? Como é feita a catalogação dos materiais? Podem ser emprestados? Como funciona?

Esse primeiro reconhecimento, em sua companhia, poderá tornar este ambiente mais amigável e convidativo para visitas futuras. Chame a atenção dele para o modo como os livros estão organizados e como se faz para localizá-los nas estantes. Essa etapa é fundamental para que ele possa aprender a fazer buscas com maior autonomia. Apresentem-se para a bibliotecária: provavelmente ela saberá informá-los sobre como devem proceder para se tornarem sócios e quais são as regras de empréstimos de materiais.

Caso você tenha perdido o hábito de frequentar bibliotecas, aí está uma ótima oportunidade de retomá-lo. Esses espaços vêm se modernizando e hoje abrigam um acervo mais vasto do que foi em outros tempos. Além disso, são uma boa alternativa para fazer empréstimos de livros no lugar de sempre comprá-los e, também, uma forma de potencializar os encontros com a literatura e com os espaços de leitura.

Aqueles que moram na cidade de São Paulo podem encontrar
neste site a biblioteca municipal mais próxima de sua casa, os serviços oferecidos e como se inscrever.
 As férias são longas e há tempo para fazer muitas coisas! Uma boa ideia é aproveitar os dias livres para ficarem sócios de uma biblioteca! Você pode acompanhar seu filho e juntos fazerem um reconhecimento do espaço.

Os livros estão separados por temas? Por faixa etária? O que compõe o acervo: apenas livros ou há revistas, gibis, filmes e outros? Como é feita a catalogação dos materiais? Podem ser emprestados? Como funciona?

Esse primeiro reconhecimento, em sua companhia, poderá tornar este ambiente mais amigável e convidativo para visitas futuras. Chame a atenção dele para o modo como os livros estão organizados e como se faz para localizá-los nas estantes. Essa etapa é fundamental para que ele possa aprender a fazer buscas com maior autonomia. Apresentem-se para a bibliotecária: provavelmente ela saberá informá-los sobre como devem proceder para se tornarem sócios e quais são as regras de empréstimos de materiais.

Caso você tenha perdido o hábito de frequentar bibliotecas, aí está uma ótima oportunidade de retomá-lo. Esses espaços vêm se modernizando e hoje abrigam um acervo mais vasto do que foi em outros tempos. Além disso, são uma boa alternativa para fazer empréstimos de livros no lugar de sempre comprá-los e, também, uma forma de potencializar os encontros com a literatura e com os espaços de leitura.
6. Pode render outras ideias
 
Basta fazer uma busca na internet ou conversar com um grupo de colegas para descobrir várias modalidades de amigos secretos: Amigo da Onça, Amigo Chocolate e há quem faça Amigo 1,99. E o Amigo Secreto Literário? Alguém já experimentou?

Compartilhar opiniões sobre os livros lidos e sugerir leituras aos colegas são práticas bem comuns entre leitores. Por que não aproveitar a ocasião para presentear o colega do trabalho, da sala ou de outros grupos com um bom livro? Se você tiver a chance, proponha a ideia. Sorteiem os nomes entre todos que desejam participar da brincadeira. No dia da troca de presentes, cada um deverá levar um livro de qualidade literária, com belas fotos e ilustrações e que possa agradar seu amigo.

Vale a pena lembrar a todos que, além das livrarias, os sebos possuem livros em bom estado, alguns de edições tão antigas que se tornaram verdadeiros tesouros. Daí pra frente segue-se da maneira tradicional: uma pessoa começa apresentando seu sorteado. Ela pode descrever suas características físicas, gostos literários ou outros aspectos que permitam aos demais identificá-lo. Ao ser descoberto, entrega o presente a este, que assume o centro da roda. E assim, sucessivamente, até todos ganharem seus livros.

PRA COPIAR IMPRIMIR, DECORAR, PINTAR...

Basta fazer uma busca na internet ou conversar com um grupo de colegas para descobrir várias modalidades de amigos secretos: Amigo da Onça, Amigo Chocolate e há quem faça Amigo 1,99. E o Amigo Secreto Literário? Alguém já experimentou?

Compartilhar opiniões sobre os livros lidos e sugerir leituras aos colegas são práticas bem comuns entre leitores. Por que não aproveitar a ocasião para presentear o colega do trabalho, da sala ou de outros grupos com um bom livro? Se você tiver a chance, proponha a ideia. Sorteiem os nomes entre todos que desejam participar da brincadeira. No dia da troca de presentes, cada um deverá levar um livro de qualidade literária, com belas fotos e ilustrações e que possa agradar seu amigo.

Vale a pena lembrar a todos que, além das livrarias, os sebos possuem livros em bom estado, alguns de edições tão antigas que se tornaram verdadeiros tesouros. Daí pra frente segue-se da maneira tradicional: uma pessoa começa apresentando seu sorteado. Ela pode descrever suas características físicas, gostos literários ou outros aspectos que permitam aos demais identificá-lo. Ao ser descoberto, entrega o presente a este, que assume o centro da roda. E assim, sucessivamente, até todos ganharem seus livros.

E de largada, todos já têm boas opções de leitura nas férias!


CULINÁRIA FÁCIL...

MACARRÃO...OBAAAAAAAAAAAAA!!!


  • 1kg de macarrão parafuso
  • 1 lata de molho de tomate
  • 200g de mussarela
  • 200g de presunto
  • 100g de queijo ralado
  • 2 latas creme de leite
  • 500kg de carne moída
  • 1 cebola
  • 2 dentes de alho
  • 1 colher de margarina
  • 5 colheres de óleo
  • Sal a gosto
  • Preparo

    Cozinhe o macarrão, coloque para escorrer. Numa panela de sua preferência coloque o óleo e o alho socado a cebola bem picadinha, quando dourar acrescenta a carne moída, espere a carne moída dourar, e em seguida acrescente o molho de tomate e deixe ferver por 2 minutos, coloque o creme de leite e o sal a gosto, quando ferver desligue o fogo.
    Em um tabuleiro de sua preferência passe a margarina e divida o macarrão em dois, e coloque a metade dentro do tabuleiro, espalhe o molho, e coloque uma camada de mussarela e uma de presunto jogue o restante do macarrão por cima e acrescente o resto do molho, para ele fique bem molhado finalmente o queijo ralado, com o forno já aquecido coloque o macarrão por três ou 2 minutos para derreter o queijo e servir!!!HUMMMMMMMM...


    DICAS PRA SUA SALA  DE CASA FICAR D+++++!!!

    A sala de estar é o cartão de visita da sua residência.




    Na sala, alguns itens que constituem a mobília são indispensáveis, como rack para Tv ou estante, mesa de centro, sofá, poltrona, puff e etc...
    Vale investir na decoração da mesma, pois cada detalhe faz toda a diferença, e é o que vai garantir que você e seus convidados sintam-se bem neste ambiente.
    Uma maneira simples e ótima para quem não quer gastar muito é investir em um foco de atenção, usando criatividade e acessórios para dar cor e vida este comodo.
    O foco de atenção de uma sala, geralmente é a parede atrás do sofá, o que não significa que isso seja uma regra.

    Investir nessa parede dará uma cara nova a sua casa e você com certeza irá sentir uma grande diferença.
    ADULTÉRIO E PROSTITUIÇÃO – Livro: "Vida e Sexo"- Chico Xavier/André Luiz

    "Atire-lhe a primeira pedra aquele que estiver isento de pecado!", disse Jesus.

    Esta sentença faz da indulgência um dever para nós outros porque ninguém há que não necessite, para si próprio, de indulgência. Ela nos ensina que não devemos julgar com mais severidade os outros, do que nos julgamos a nós mesmos, nem condenar em outrem aquilo de que nos absolvemos. Antes de profligarmos a alguém uma falta, vejamos se a mesma censura não nos pode ser feita. Do item 13, do Cap. X, de O Evangelho Segundo o Espiritismo.

    É curioso notar que Jesus, em se tratando de faltas e quedas, nos domínios do espírito, haja escolhido aquela da mulher, em falhas do sexo, para pronunciar a sua inolvidável sentença: "aquele que estiver sem pecado atire a primeira pedra". Dir-se-ia que no rol das defecções, deserções, fraquezas e delitos do mundo, os problemas afetivos se mostram de tal modo encravados no ser humano que pessoa alguma da Terra haja escapado, no cardume das existências consecutivas, aos chamados "erros do amor".

    Penetre cada um de nós os recessos da própria alma, e, se consegue apresentar comportamento irrepreensível, no imediatismo da vida prática, ante os dias que correm,  indague-se, com sinceridade, quanto às próprias tendências.

    Quem não haja varado transes difíceis, nas áreas do coração, no período da reencarnação em que se encontre, investigue as próprias inclinações e anseios no campo íntimo, e, em sã consciência, verificará que não se acha ausente do emaranhado de conflitos, que remanescem do  acervo de lutas sexuais da Humanidade.


    Desses embates multimilenares, restam, ainda, por feridas sangrentas no organismo da coletividade, o adultério que, de futuro, será classificado na patologia das doenças da alma, extinguindo-se, por fim, com remédio adequado, e a prostituição que reúne em si homens e mulheres que se entregam às relações sexuais, mediante paga, estabelecendo mercados afetivo.

    Qual ocorre aos flagelos da guerra, da pirataria, da violência homicida e da escravidão que acompanham a comunidade terrestre, há milênios, diluindo-se, muito pouco a pouco, o adultério e a prostituição ainda permanecem, na Terra, por instrumentos de prova e expiação, destinados naturalmente a desaparecer, na equação dos direitos do homem e da mulher, que se harmonizarão pelo mesmo peso, na balança do progresso e da vida.

    Note-se que o lenocínio de hoje, conquanto situado fora da lei, é o herdeiro dos bordéis autorizados por regulamentação oficial, em muitas regiões, como sucedia notadamente na Grécia e na Roma antigas, em que os estabelecimentos dessa natureza eram constantemente nutridos por levas de jovens mulheres orientais, direta ou indiretamente adquiridas, à feição de alimárias, para misteres de aluguel.

    Tantos foram os desvarios dos Espíritos em evolução no Planeta – Espíritos entre os quais muito raros de nós, os companheiros da Terra, não nos achamos incluídos - que decerto Jesus, personalizando na mulher sofredora a família humana, pronunciou a inesquecível sentença, convocando os homens, supostamente puros em matéria de sexualidade, a lançarem sobre a companheira infeliz a primeira pedra.

    Evidentemente, o mundo avança para mais elevadas condições de existência.

    Fenômenos de transição explodem aqui e ali, comunicando renovação. E, com semelhantes ocorrências, surge para as nações o problema da educação espiritual, para que a educação do sexo não se faça irrisão com palavras brilhantes mascarando a licenciosidade.

    Quando cada criatura for respeitada em seu foro íntimo, para que o amor se consagre por vínculo divino, muito mais de alma para alma que de corpo para corpo, com a dignidade do trabalho e do aperfeiçoamento pessoal luzindo na presença de cada uma, então os conceitos de adultério e prostituição se farão distanciados do cotidiano,  de vez que a compreensão apaziguará o coração humano e a chamada desventura afetiva
    não terá razão de ser.




    Nenhum comentário: