Total de visualizações de página

segunda-feira, 6 de fevereiro de 2012

 


 PREVENÇÃO E SAÚDE BUCAL DO TRABALHADOR

No decorrer da História foram mudados os termos que se relacionavam ao trabalhador, sua saúde e seu ambiente de trabalho: de Medicina do Trabalho para Saúde Ocupacional e chegando a Saúde do Trabalhador.

Esse artigo tem como objetivo demonstrar, através de estudo de diversos autores, a relevância da saúde bucal do trabalhador.

Esse artigo alerta sobre a importância de conhecer os problemas bucais que possam afetar os trabalhadores. Tem a intenção de fazer compreender o impacto que possam ocasionar na qualidade de vida, promovendo saúde bucal.

Desse objetivo decorre a importância do cirurgião-dentista na saúde do trabalhador, evitando o absenteísmo odontológico, pois a dor orofacial pode alterar as condições de vida e trabalho do indivíduo mais do que outras condições sistêmicas como, por exemplo, diabetes e pressão alta.

A odontologia do trabalho só tem a colaborar com a saúde do trabalhador tanto na esfera pública quanto na privada, porque, verdadeiramente, o que se busca é um trabalhador com condições de saúde bucal adequadas para sua atividade laborativa e com uma melhoria em sua qualidade de vida.
Termos de indexação
: odontologia do trabalho; saúde bucal; saúde do trabalhador.

ABSTRACT
In the course of history the terms related to workers, their health and work environment have been changed: from Medical Labor Health to Occupational Health through to the Worker’s Health. This aim of this article is to demonstrate the importance of the worker’s oral health, by means of the studies of several authors. This literature review draws attention to the importance of knowing the dental problems that may affect workers, with the intention of analyzing the epidemiology, etiology and pathology in addition to understanding the impact they would cause on the quality of life, oral health promotion and prevention. This goal stems from the dentist’s importance to the Worker’s Health, preventing dental absenteeism, as orofacial pain may alter the conditions of life and work of the individual to a greater extent than other systemic conditions such as diabetes and high blood pressure do. Occupational Dentistry has collaborated with worker’s health both in the public and private spheres, because what really is really being sought is a worker with adequate oral health conditions for his/her work activities and an improvement in the worker’s quality of life.
Indexing term
:occupational dentistry; oral health; occupational health


A maioria das pessoas não têm o privilégio de trabalhar próximo a sua residência, por este motivo, realizam suas refeições ou na Empresa em que trabalham ou em restaurantes próximos ao local de trabalho.

É neste caso que se recomenda que estas pessoas tenham ou no seu armário, gaveta da mesa e para as mulheres em suas bolsas um kit de higiene bucal.
Este kit deve ser composto de escova dental,creme e fio dental, no caso de ser usuário de proteses fixas uma escova interdental e passa-fio.
 
Se pensarmos na rotina de trabalho em que uma pessoa saiu de casa para o trabalho as 06:00hs da manhã, com os dentes higienizados, fez um lanche por volta de 07:30hs, almoçou as 12:00hs e como normalmente ocorre chegou em casa as 18:00hs, caso ela não tenha realizado nenhuma escovação, além daquela antes de sair de casa e, ter se alimentado de 2 a 3 vezes, esta pessoa está a mais ou menos 12 horas sem realizar nenhuma higienização bucal, é o tempo mais que suficiente para a placa bacteriana começar a ser formar.
A placa bacteriana ou biofilme dental, por definição é uma película aderente e transparente, constituída por bactérias e seus produtos, formando-se constantemente sobre os seus dentes e gengivas esta formação começa depois da sua higienização e após 8 horas já é possível evidenciá-la com corantes.

Como posso evitar que a placa bacteriana se forme?

Na cavidade oral o processo de formação da placa bacteriana é constante. Contudo podemos prevenir o seu acúmulo e as suas conseqüências, para isso assegure-se de que você:
  • Escove cuidadosamente todas as superfícies dos dentes pelo menos três vezes por dia;
  • Use o fio dental diariamente para remover a placa bacteriana que se acumula entre os dentes, pelo menos uma vez ao dia;
  • Modere o consumo de alimentos e bebidas açucarados (bolos, bolachas, pão achocolatado, batatas fritas, refrigerantes, etc.), pois estes facilitam a adesão das bactérias às faces dentárias e são usados para a produção de ácidos que destroem os dentes;
  • Procure realizar uma escovação antes de ir se deitar, normalmente este período tem uma extensão média de 6 a 8 horas, caso haja resíduo alimentar entre seus dentes pode facilitar a ação de bactérias;
  • Se necessário, existem agentes antibacterianos encontrados em soluções de bochecho ou em cremes dentais e que apresentam altas taxas de eficácia na redução e no controle da placa bacteriana. Aconselhe-se com seu dentista ou com o dentista do trabalho de sua empresa.

 

Mau hálito atinge 30% da população no Brasil

 

As causas do mau hálito vão da simples falta de beber água ao uso de medicamentos. Mas a carência de vitamina D é uma das principais vilãs da boca saudável.

Entre suas várias funções, a vitamina D mantém as células da boca e da língua agregadas e, portanto, evita a descamação. “Com a carência, há ressecamento das mucosas, o que leva à descamação das células, que são o principal alimento das bactérias, e causam a alteração no hálito”, explica.


Por isso trabalhadores não se esqueça de tomar sol sempre que se lembrar das 7 ás 10 da manhã e depois das 16 horas, caso você trabalhe em escritórios, consultórios, empresas fechadas no ar condicionado, ou na sombra!!!

No decorrer da História, com as mudanças dos termos de Medicina do Trabalho para Saúde do Trabalhador, visando inter e multidisciplinaridade e integralidade na saúde do trabalhador, a odontologia ainda não obteve seu devido espaço.

A literatura vem mostrando, desde 1972, que a saúde bucal do trabalhador é essencial para sua produtividade e bem estar no trabalho, além disso, o próprio empregador perde com esse descaso.

A Odontologia do Trabalho tem diretrizes muito próximas às do Sistema Único de Saúde, que teoricamente se fundamenta como uma política de saúde eficaz.
 
Tanto para o sistema público como para o privado, a promoção e prevenção da saúde bucal dos trabalhadores são necessárias, visto que essa faixa etária de indivíduos no Brasil nunca teve um olhar relevante nem privilegiado.

Levar ao trabalhador, em seu ambiente de trabalho, projetos de promoção e prevenção em saúde bucal, traçando soluções para os danos já existentes, é cooperar para que o trabalhador seja visto como um todo e para que a saúde bucal faça parte do Sistema da Saúde do Trabalhador, formando, assim, uma equipe de saúde integral




CULINÁRIA FÁCIL...
LOMBO SUÍNO RECHEADO...
INGREDIENTES

1 1/2 kg lombo suíno
-suco de 3 limões
-4 dentes de alho amassados
-sal a gosto
-pimenta do reino a gosto

Recheio:

-2 colheres de manteiga
-1 cebola grande picada
-150g de bacon picados
-150g calabresa picadas
-4 ovos
-500g farinha de mesa
-salsinha
-cebolinha
-sal a gosto
-queijo mussarela para cobrir o recheio
-1/2 copo de água
-1/4 de copo com óleo
-folhas de alface crespa para decorar
-queijo ralado
-barbante para amarrar
-papel alumínio para cobrir
Abra o lombo como um bife grande. Em uma vasilha tempere com o
alho, o suco dos limões, o sal e a pimenta do reino, reserve.

Farofa:

Em uma panela derreta 1 colher de manteiga e doure o bacon, a
calabresa , a cebola. Acrescente os ovos fazendo um mexido. Junte
a farinha e vá mexendo em fogo baixo para torrar. Finalize com a
salsinha, a cebolinha e acerte o sal.

Montagem:

Em uma bancada coloque o lombo aberto, cubra com a farofa e
acrescente a mussarela por cima pressionando para firmar a
farofa.
Enrole como um rocambole e amarre bem.

Em um pirex coloque a água, o óleo e o lombo. Forre com o papel e
leve ao forno pré-aquecido em fogo médio por +- 45 min. virando
em meio tempo. Retire o papel e deixe no forno por mais 30 min ou
até dourar.

Fatie, forre uma travessa com a alface crespa arrume as fatias e
polvilhe o queijo ralado.

Sirva com arroz branco e batatas coradas

PAVÊ DE CÔCO DELÍCIA
1 pacote de bolacha Maria
1 vidro de leite de coco
1 latas de leite condensado
1 colher de maizena
1/2 l de leite
2 pacotes de coco
  1. Molhe as bolachas no leite de coco forrando a refratária
  2. Leve ao fogo baixo: o leite, 1 leite condensado, 1 pacote de coco, 1 colher de maizena, mexa bem para não empelotar
  3. Quando formar um creme desligue o fogo e coloque sobre a 1ª camada de bolachas umedecidas, e va alternando entre o creme e as bolachas, decore com o coco restante
  4. Variações: Coloque bis cortadinho em pedaços no creme
  5. Acrescente chocolate no creme
  6. Outra opção é bater uma lata de leite condensado com um pacote de maria mole e jogar sobre o pavê, fica delícioso!!!
MENSAGEM...
E NO CARNAVAL...




Nenhum comentário: