Total de visualizações de página

sábado, 4 de agosto de 2012



SEGURANÇA EM TORNO DA SUA CASA TRABALHADOR(A) NESTE FIM DE SEMANA!!!


Herbicidas e Pesticidas

PESTICIDAS: USOS E IMPACTOS PARA A SAÚDE

De maneira geral, são recentes as preocupações nos meios acadêmicos e na sociedade quanto aos impactos dos pesticidas na saúde e no meio ambiente. Menor importância tem sido dada aos problemas relacionadoscom o uso destes biocidas em ambientes domésticos, no transporte coletivo, nos cinemas, creches, clínicas
geriátricas e outros ambientes confinados. 

Em países do chamado Terceiro Mundo, o problema torna-se ainda mais grave, tanto em relação aos impactos à saúde humana quanto ao meio ambiente.

A Organização Mundial de Saúde - OMS estima em 3 milhões o número de casos de intoxicações agudas por ano decorrente da exposição aos inseticidas no mundo (Garcia, E., 1996).
TIPOS E DEFINIÇÕES DOS PESTICIDAS:
Várias denominações (Quadro 5) são dadas a estes produtos: defensivos agrícolas, agrotóxicos, praguicidas, pesticidas, venenos. O termo defensivo agrícola tem sido empregado por agrônomos incentivados pelo setor produtivo industrial, que ddeseja minimizar o reconhecimento de sua nocividade. 

A denominação de agrotóxicos  é uma vitória de amplos setores da sociedade civil e acadêmica do Brasil, em particular da Região Sul e Sudeste, que mobilizam-se para a elaboração de uma lei que regulamente a fabricação, o registro, o comércio, o transporte, o uso e a fiscalização dos agrotóxicos. Até hoje, o setor industrial investe na denominação defensivo agrícola, busca e influencia a política agrícola para o uso intensivo destes agrotóxicos, como é com o crédito rural (Garcia, E.,1996). As denominações de “veneno”, de emprego popular, é o mais adequado. 

O saber leigo demonstra a  percepção que o senso comum tem a respeitodos efeitos na saúde humana e dos animais, já que são vítimas diretas da exposição. O termo “remédio”, também popularizado, é empregado, também, para nominar os pesticidas de uso doméstico. Independente da denominação que estes produtos recebam, na realidade, eles são “biocidas” inespecíficos, cuja ação não se restringe ao âmbito de determinadas espécies de pragas, mas atuam em todos organismos vivos, incluindo aí o ser humano em sua estrutura orgânica e funcional (Garcia, E.,1996; SES, 1997).
CONSEQÜENCIAS DE PESTICIDAS NO HOMEM:
Quadro 5 - Denominações dos produtos utilizados como agrotóxicos e suas utilizações na agricultura e na saúde pública.

TIPOS DE PRODUTOS UTILIZAÇÃO:
INSETICIDAS Controle de insetos
ACARICIDA Controle de ácaros
FUNGICIDA Controle de fungos
HERBICIDA Controle de ervas daninhas
NEMATICIDA Controle de nematóides
RATICIDA Controle de roedores
LARVICIDAS Para o combate de larvas, bastante utilizado atualmente no combate às larvas do Aedes aegypti.
MOLUSQUICIDA Controle do caramujo, hospedeiro Intermediário da Esquistossomose
Fonte: Secretaria de Saúde e do Meio Ambiente do Rio Grande do Sul, Divisão de Saúde do Trabalhador.


Usamos produtos químicos para livrar nossos jardins e gramados de ervas daninhas e insetos. Estes produtos químicos são venenosos não só para o alvo pretendido, mas também para os seres humanos, gado, animais de estimação, e para o ambiente. Eles são perigosos, para ser cauteloso quando você usá-los.
Considere as Seguintes Dicas de Segurança:

·        Se possível, retire as ervas daninhas por meios mecânicos, tais como a escavação para fora. Se você tem um monte de ervas daninhas, considerar a contratação de uma empresa especializada nesse tipo de trabalho. Eles têm o bom equipamento e produtos químicos para o trabalho.

·        Siga as instruções do fabricante ao uso de herbicidas ou pesticidas. Leia o tratamento de primeiros socorros no rótulo, apenas no caso.

·        Quando pulverização ou uso de produtos químicos, usar equipamentos de proteção individual (EPI), tais como óculos, luvas e macacões. É perigoso usar shorts ou roupas de banho durante o uso destes produtos químicos. 

·        Esteja consciente da direção do vento ao usar sprays. Não pulverizar contra o vento. Tenha cuidado ao pulverizar árvores. Não fique sob a área que você está pulverização.Mantenha crianças e animais domésticos longe. Evite andar em áreas que você acabou de pulverizados.

·        Não manuseie fumo, comida, ir ao banheiro ou brincar com seus filhos até que você cuidadosamente lavados com água e sabão.

·        Lave as roupas que você usava enquanto a pulverização. Lave-as separadamente de outras roupas.

·        Depois de ter usado produtos químicos em seu quintal, manter crianças e animais domésticos fora da área. As instruções para usar os produtos químicos devem dizer-lhe quanto tempo você deve permanecer desligado. Muitos fabricantes aconselham um período de 24 horas.




$$$EMPREENDA, FAÇA E VENDA$$$
PESTICIDA ORGÂNICO...
Os pesticidas orgânicos ajudam a preservar a segurança e a 


integridade das suas plantas, sem ter de recorrer a produtos 


químicos perigosos. Saiba como fazer pesticida orgânico em 


casa e mantenha intacta a beleza das suas plantas e o bem-


estar do seu jardim.

O que é um pesticida orgânico?!?!?

O pesticida orgânico é um dos elementos obrigatórios que 


todos os jardineiros devem ter para cultivar e cuidar de um 

jardim. Trata-se de um composto específico que está livre de 


substâncias químicas nocivas e protege o crescimento das 

plantas de todo o tipo de insetos que vivem na terra ou nas 


respetivas flores e vegetais, incluindo vermes, ácaros e 


outros parasitas. Existem vários tipos de pesticidas 


orgânicos que estão à venda em viveiros e em lojas de 


jardins especializadas, no entanto, também pode fazer um 


pesticida orgânico sem ter de sair de casa.

Quais os materiais necessários para fazer um 


pesticida orgânico?!?!!?



Para fazer um pesticida orgânico em casa com sucesso, é 


necessário reunir os materiais seguintes:
  • Uma garrafa vazia e limpa

  • Um frasco pulverizador com bico de pulverização
  • Um liquidificador

  • Um funil

  • Um pano limpo

    • Uma panela, pote ou jarra com capacidade de 4 

    • litros

    • Duas cebolas pequenas

    • Uma pimenta jalapeño/forte:malagueta etc...

    • Um dente de alho

    • Um pedaço de sabão de limpeza
 

  • Como fazer um pesticida orgânico na prática:



    A preparação de um pesticida orgânico em sua casa é 


    uma tarefa de fácil execução e pode ser feita por 


    qualquer pessoa. Para o fazer corretamente, é 


    necessário seguir os 6 passos seguintes:


    1. AQUECER E PREPARAR A ÁGUA



    Para começar a fazer um pesticida orgânico, é preciso 


    colocar aproximadamente 4 litros de água a aquecer. 


    Posteriormente, quando a água estiver bem quente, 


    deve-a despejar numa panela, pote ou numa jarra 


    específica.


    2. CORTAR OS LEGUMES



    Depois de reunir todos os vegetais necessários para a 


    realização de um pesticida orgânico, é necessário cortá-


    los em pequenos pedaços. Eles não precisam de ficar 


    geometricamente cortados, pois não vão ser servidos em 

    nenhuma refeição. Dessa forma, deve picar as duas 


    cebolas, metade do alho e ¾ do pimento jalapeño. Estes 


    ingredientes são fundamentais para a confeção de um 


    pesticida orgânico, uma vez que matam os insetos 


    nocivos que possam invadir um jardim.


    3. MISTURAR TODOS OS LEGUMES E 

    COLOCÁ-LOS EM ÁGUA



    Assim que tiver cortado todos os legumes, deve misturá-


    los num liquidificador até ficar com um líquido sem 


    grumos. Depois, deve verter o preparado pastoso na 


    panela de água quente e deixar repousar durante 


    aproximadamente 20 minutos. Esta “sopa” será a base 


    de um pesticida orgânico e, nesta fase, os gostos e os 


    odores serão muito fortes. Muitos jardineiros adicionam 


    um ¼ de uma xícara de vinagre aos vegetais, pois 


    consideram que o vinagre é o ingrediente ideal para 


    tornar a superfície da terra das plantas mais ácida, 


    impedindo a colocação de ovos por parte das pragas.


    4. FILTRAR OS VEGETAIS



    Assim que os odores e os sabores dos vegetais se 


    misturarem na água, o preparado necessita de ser 


    filtrado para um jarro. Nesta altura, pode utilizar um funil 


    e um pedaço de pano limpo para impedir a passagem 


    dos vegetais e para fazer a respetiva filtragem. Também 


    pode utilizar outro tipo de filtros, como o filtro do café, 


    mas o pano oferece os melhores resultados. Tenha em 


    atenção que o preparado que se acumula no pano de 


    filtragem pode ser extraído para um jarro e o restante 


    pode ser deitado fora ou colocado numa pilha de 


    compostagem para fazer fertilizante orgânico.


    5. ADICIONAR SABÃO DE LIMPEZA



    Adicione um pedaço de sabão de limpeza ao preparado 


    que foi filtrado. O sabão vai fazer com que as plantas 


    fiquem com um sabor e um odor desagradável para os 


    insetos e isso é uma mais-valia em termos da sua 


    proteção. Contudo, deve adquirir um sabão feito à base 


    de petróleo, perfumado, com corantes e biodegradável 


    para ser mais amigo do ambiente. Ao seguir todos estes 


    passos, conseguirá fazer um pesticida orgânico muito 


    eficiente para combater todo o tipo de pragas e insetos 


    que colocam em perigo a beleza das suas plantas.


    6. APLICAR O PESTICIDA ORGÂNICO



    Utilize um funil para encher o frasco pulverizador com 


    pesticida orgânico e tape-o com o respetivo bico de 


    pulverização. O líquido restante deve ser armazenado 


    num local fresco durante um período máximo de duas 


    semanas. Caso seja necessário utilizá-lo novamente, 


    basta agitar bem. Depois de encher o frasco pulverizador 


    com pesticida orgânico, aplique-o sobre as plantas do 


    seu jardim. Deve pulverizar o pesticida orgânico em todo 


    o vegetal, incluindo o solo, o tronco e as folhas, de modo 

    a que ele seja o mais eficaz possível. Tenha em atenção 


    que o pesticida orgânico deve ser aplicado durante 3 ou 


    4 sessões e estas devem estar separadas umas das 


    outras por um período de 4 ou 5 dias. Este é, sem 


    dúvida, um dos melhores tratamentos para erradicar 


    todo o tipo de pragas e insetos que prejudicam o 


    crescimento das plantas do seu jardim.


CULINÁRIA FÁCIL...
ALMÔNDEGAS RECHEADAS

- 3 dente(s) de alho amassado(s)

- 1 colher(es) (sopa) de orégano

- 1 unidade(s) de ovo
- sal
- 4 fatia(s) de pão de forma sem casca(s)
- 1 colher(es) (chá) de bicarbonato de sódio
- 30 gr de cheiro-verde picado(s)
- mussarela em cubos pequenos
- óleo de soja para fritar
- farinha de trigo para empanar
- 1 kg de patinho moído(s)


Modo de Preparo

Numa tigela, junte a carne, o alho, o orégano, o ovo, o sal, 
o pão de forma, o bicarbonato e o cheiro verde. Amasse 
com as mãos até ficar homogêneo. Faça bolinhas médias e 
recheie, colocando um cubinho do queijo no centro de cada 
bolinha. Feche bem para evitar que estourem. Passe as 
bolinhas na farinha de trigo e frite em óleo bem quente. 
Escorra sobre papel absorvente e sirva em seguida.


Rendimento: 6 porções.



COQUETEL DE CHAMPANHE E MORANGOS

Ingredientes:
- 1 garrafa de espumante
- 1/2 kg de morangos maduros
- açúcar a gosto
Modo de Preparo:
1 – Bata os morangos no liquidificador 
com 2 colheres (de sopa) de açúcar.
2 – Peneire-os.
3 – Junte 1 copo de espumante e misture.
4 – Leve à geladeira e, no momento de servir, junte o
resto do espumante.
Aproveite o final de semana para degustar.





MENSAGEM...



Bom Final Semana



Nenhum comentário: