Total de visualizações de página

segunda-feira, 26 de setembro de 2011

SAÚDE NO TRABALHO RURAL

Segundo a Organização Internacional do Trabalho - OIT, as atividades laborais que mais matam são: agricultura, mineração, construção e pesca comercial. Por isso foi criada este ano (2005) a Norma Regulamentadora de Segurança e Saúde no Trabalho na Agricultura, Pecuária, Silvicultura, Exploração Florestal e Aquicultura - NR31, do Ministério do Trabalho e Emprego - MTE. 

Segundo a Organização Mundial de Saúde - OMS (1994), "a cada 3 minutos morre um trabalhador, em alguma parte do mundo, vítima de acidente de trabalho".
A agricultura é considerada pela Organização Internacional do Trabalho - OIT como uma das atividades profissionais de maior risco, equiparando-se à construção civil e à exploração do petróleo.
 
Os primeiros minutos que se sucedem a todo acidente, principalmente nos casos mais graves, são importantíssimos para a garantia de vida da vítima, principalmente se forem bem aproveitados pelo Socorrista.

As chances de sobrevivência diminuem drasticamente para as vítimas de trauma que não recebem cuidados médicos especiais dentro de uma hora após o acidente.

Se o acidentado tiver a sorte de ter um Socorrista por perto, que possa prestar-lhe os Primeiros Socorros, aumentam as suas chances de recuperação.

 Da parte de quem presta o auxílio, há uma verdadeira corrida contra o tempo, onde os seus conhecimentos técnicos (de primeiros socorros) têm de ser praticados com rapidez e eficiência.
O autocontrole é fundamental pois, sem ele, atitudes irresponsáveis podem por em risco a vida do paciente e a sua própria.
 
Dentre tantas providências que se fazem necessárias nesses casos, o Socorrista deve ter bem clara em sua mente, aquelas realmente produtivas.
A sequência lógica a ser seguida pelo Socorrista, na maioria das situações de acidentes, pode ser resumida nas cinco (5) etapas seguintes:
*Primeiros Socorros
*Entrevista
*Sinais Vitais
*Exame da Cabeça-aos-pés e
*Transporte do acidentado.

1 - Primeiros Socorros

É importante que se conheçam os mecanismos da injúria. Certas lesões são "comuns" a certos tipos de acidentes: fraturas são associadas a quedas e colisões; queimaduras são frequentes em incêndios e explosões; perfurações dos tecidos moles do corpo, costumam ser provocadas por ferimentos à bala; e assim por diante.
 
 
Assim, as lesões decorrem, em geral, de colisão de veículos, quedas, incêndios, explosões, assaltos (coronhadas, navalhadas, tiros, etc.), afogamentos e acidentes de barco, arma de fogo, envenenamentos, acidentes com máquinas, eletricidade (inclusive raios), picadas e mordidas de animais, e outras causas.

Acontece que, muitas vezes, o acidente ocorre quando a vítima está sozinha e, chegando auxílio, o Socorrista depara-se com aquela pessoa inconsciente e não sabe, de imediato, a causa da lesão e/ou da gravidade da mesma.

Na prestação dos Primeiros Socorros, convém:

OBSERVAR:
1 - Local: seguro ou perigoso ? perto ou longe do Posto Médico ou Hospital ? há necessidade e meios de remover dali o acidentado ?
2 - Acidentado: está consciente ? tentando dizer-lhe algo ou apontando para alguma parte do seu (dele) corpo ? está sozinho ? (se há vários corpos, pode-se suspeitar, por exemplo, de envenenamento por Monóxido de Carbono).
3 - Curiosos: escute o que dizem. Peça ajuda. AAfaste os que estiverem só atrapalhando.
4 - Agente causador: caiu algo sobre o paciente ? há fumaça ? está próximo de um trator tombado ?
5 - Ferimentos: o acidentado está caido numa posição anormal (com o braço torto, por ex.) ? há sangue ?
6 - Sintomas: o Socorrista deve apurar os seus sentidos, de modo a poder ver, ouvir e cheirar, à procura de sintomas. O vômito, por exemplo, é indicativo de algumas lesões específicas; urinar sangue é sinal de fratura de bacia; etc. Observar se o acidentado apresenta sintomas como: náusea, sede, fraqueza, inquietação, medo, etc. Esses sintomas serão muito úteis ao serem passados, posteriormente, ao Médico que atender o acidentado.

VERIFICAR



Pele (fria, viscosa, quente ?)
Olhos (embaçados ? pupilas dilatadas ?)
Face (pálida ou rubra ?)
Lábios (azuis ou descolorados ?)
Pulso (rápido ou fraco ?)
Respiração (ofegante ou quase inexistente ?)



NÍVEL DE CONSCIÊNCIA

A = alerta (acordado)
F = fala
D = dor
I = inconsciente (não responde)

2 - Entrevista


 Se no local do acidente, estiverem outras pessoas (além do acidentado e do Socorrista), é importante que se obtenha(m) dela(s) as informações e a ajuda de que necessita, para o melhor atendimento da vítima.

As informações a serem obtidas pelo Socorrista nesta "entrevista" rápida, podem estar relacionadas a:

*Causas e hora do acidente
*Conhecimento ou parentesco da vítima
*Indicação de antídodos e endereços úteis
*Idade, hábitos, doenças e remédios usados pelo acidentado
*Conhecimento prévio de Primeiros Socorros
etc.
A ajuda que se pode obter dos "curiosos" presentes, diz respeito a:

- Ttransporte do acidentado
- Saída à procura de auxílio e/ou de materiais
- Captura do animal peçonhento que causou o acidente
- Direção da viatura de socorro (no caso de carro particular)
etc.
 Sinais Vitais

Sinais vitais são indicativos do funcionamento normal do organismo e diz respeito a:
3.1 - pulso
3.2 - respiração
3.3 - pressão arterial
3.4 - temperatura corporal
3.5 - nível de consciência
3.6 - dilatação das pupilas
3.7 - cor da pele.
 
 
POR ISSO TRABALHADOR RURAL NÃO NEGLIGÊNCIE OU ESQUEÇA DE USAR AS EPI'S REFERENTES AOS TRABALHO NO CAMPO.


  CULINÁRIA FÁCIL...
 
 
SALADA CAIPIRA...
Prato: entrada
Regime: vegetariano
Dificuldade: pouca
Custo: baixo
Preparo: 20 min
Cozimento: 10 min
Porções: 6
Valor calórico: 111,8 Kcal/poro
Ingredientes
1 xícara (chá) de berinjela com casca
1 xícaras (chá) de talos de couve
2 xícaras (chá) de
batata doce cozidas e picadas
Sal a gosto
1 colher (sopa) de cebola processada
2 colheres (sopa) de salsa processada
1 colher (sopa) de suco de limão
2 colheres (sopa) de maionese
Preparo

Corte as berinjelas e talos de couve em tiras finas e cozinhe em água com sal. Reserve. Em um recipiente coloque as batatas doce, os talos cozidos e misture o restante dos ingredientes. Sirva frio.
Dicas
A couve possui substâncias que previnem vários tipos de cânceres.
Origem
Brasil

Nenhum comentário: