Total de visualizações de página

segunda-feira, 2 de julho de 2012


Operário cai do 5º andar de prédio no centro de Porto Velho/RO

 CONCEITUANDO PARA LEMBRAR:
Acidente do trabalho é aquele que ocorre no exercício de atividade a serviço da empresa e provoca lesão corporal ou perturbação funcional, que pode causar a morte, a perda ou a redução permanente ou temporária da capacidade para o trabalho.

Consideram-se, também, como acidente do trabalho:

A doença profissional ou do trabalho, produzida ou desencadeada pelo exercício do trabalho peculiar a determinada atividade;

Acidente típico, que ocorre pelo exercício do trabalho a serviço da empresa;

Acidente de trajeto, que ocorre no percurso do local de residência para o de trabalho ou desse para aquele, considerando a distância e o tempo de deslocamento compatíveis com o percurso do referido trajeto.

O prejuízo material decorrente do acidente de trabalho se caracteriza pela diminuição das possibilidades em obter os mesmos rendimentos por meio da força de trabalho de que dispunha o empregado antes do fato ocorrido. 

Essa redução diz respeito à profissão ou ofício então desenvolvidos, em que se comprova a diminuição da capacidade de trabalho por parte do empregado, consoante entendimento extraído do art. 950 do Código Civil de 2002.

CASO OCORRIDO NESTE ÚLTIMO SÁBADO DIA 30/06 AQUI EM PORTO VELHO/RO


O acidente de trabalho aconteceu no fim da tarde deste sábado (30) na construção da ampliação de um hotel que fica localizado no centro de Porto Velho.

Segundo informações colhidas no local, um operário da construção civil que estava trabalhando no local sem os devidos equipamentos de segurança, caiu do 5º andar do empreendimento e teve varias fraturas.

O homem foi socorrido por uma equipe do corpo de bombeiros militares, que tiveram de utilizarem a escada magirus para resgatar a vitima que ficou caído em um compartimento antes do solo.

O trabalhador foi levado para o pronto socorro do hospital João Paulo II em situação estável.

ADAPTABILIDADE: 
"A SOBREVIVÊNCIA DO PROFISSIONAL!!!"

 “E não vos conformeis com este mundo, mas transformai-vos pela renovação do vosso entendimento..”
(Bíblia, livro de Romanos, capítulo 12, verso 2)

Adaptabilidade: "aptidão, inerente a numerosas espécies, de viver em condições de ambiente diferentes daquelas de sua ocorrência natural" (Souza, 1973).

As duas únicas coisas certas na vida são as mudanças e a morte. Frente às mudanças, podemos tolerá-las, negá-las, fugir ou nos adaptarmos da melhor maneira a elas.

A pessoa que tem a capacidade de adaptar-se às novas situações, buscando interagir de forma adequada às diferentes exigências das mudanças em curso, dizemos que tem adaptabilidade a seu ambiente.

É desolador quando vemos pessoas com alto nível intelectual, treinadas pelas melhores faculdades e sendo experientes profissionais, negarem-se a utilizar estes recursos para adaptarem-se a novos tempos.

É o caso do médico, que utiliza métodos arcaicos no trato a seus pacientes, do contabilista que deixa de atualizar-se, do advogado que teima em seguir teses obsoletas e já derrubadas pela jurisprudência, do professor que maltrata seus alunos com uma didática ultrapassada, etc.

Observe que adaptabilidade não significa deixar valores ou princípios. Como exemplo, a imensa corrupção pública no Brasil – adaptar-se a ela seria declinar de valores morais, éticos e imprescindíveis. 

Quando escrevo sobre adaptabilidade, refiro-me a nossa resposta positiva ao dinamismo das mudanças tecnológicas e do conhecimento humano, do progresso inerente às relações sociais e econômicas.

Você tem adaptabilidade quando:

É capaz de compreender que o mundo está em transformação contínua, e busca preparar-se ininterruptamente para as transformações que ocorrem nos métodos de trabalho, exigências profissionais e de conhecimentos, etc.

Ao invés de criticar as mudanças, procura entendê-las, e adaptar-se de melhor forma possível ao novo ambiente.

Busca novos conhecimentos de maneira contínua, que possam ser proveitosos num ambiente seguidamente mais competitivo.

Aprende a inovar, trazendo soluções para o ambiente de trabalho, família ou atividades coletivas.

Admite que precisa de novas capacidades, e procura desenvolvê-las.

Faz o que é diferente, saindo da rotina, visando explorar novas maneiras de aprender na prática o que novas situações exigirão.

Procura inspirar-se em pessoas que têm excelência profissional e pessoal, sem deixar de valorizar e aprimorar suas próprias capacidades e individualidade.

Valoriza o trabalho em equipe, buscando participar significativamente do resultado exigido do grupo frente às novas situações.

Não são as pessoas inteligentes as mais procuradas pelas empresas – são as mais adaptáveis e capazes de gerar soluções para os desafios dos empreendimentos.

Você tem adaptabilidade?

Se não tem, sua sobrevivência profissional está em perigo! Mude e se adapte!

FONTE: RONDÔNIA AO VIVO, GUIA TRABALHISTA - Júlio César Zanluca 

$$$EMPREENDA, FAÇA & VENDA! $$$
QUER DINHEIRO EXTRA NAS FÉRIAS?!?!?
RECICLE JEANS...UAU...

ENTÃO?!?!? MÃOS Á OBRA!!!


CULINÁRIA FÁCIL...


GALINHA PICANTE


1 galinha grande sem pele, pés, cabeça e vísceras, 
2 cebolas médias fatiadas, 
2 dentes de alho esmagados, 
2 cenouras pequenas, 6 batatas pequenas,  
1 lata de ervilhas drenada, 
1 ½   xícara de chá de palmito, 
2 tomates grandes sem pele,
1 pimentão verde médio, 
1 xícara de chá de azeitonas sem caroço em rodelas,
1 maço de cheiro verde (cebolinha e coentro) 
1 maço de chicória picados, 
1 pimenta aji  amarela ou dedo de moça ardida cortada em rodelinhas finas,
1 colher de sopa de ervas finas,
3 copos de água, 
2 colheres de sopa de maisena, 
2 colheres de leite em pó,  
250 ml do caldo do cozimento da galinha, 
50 ml de óleo de milho ou girassol; sal e pimenta do reino à gosto.

Modo de Fazer: Cortar a galinha pelas juntas e em pedaços menores a carcaça e o  peito; cobrir com 1 copo de água, temperar com ervas finas e sal, e  cozinhar até ao ponto de desfiar. 

Coar o caldo que ficou na panela, reservar 250 ml e dissolver nele o leite e maisena. Desfiar a galinha e reservar. Cortar em cubinhos: cenoura, batata, palmito, tomate e pimentão.

Numa panela, por o óleo, a cebola e o alho e fritar até dourar; acrescentar galinha desfiada e refogar.

Colocar os cubinhos de cenoura, batata, palmito, tomate e pimentão, o cheiro verde e chicória picados e cobrir com mais ou menos 2 copos de água e cozer levemente; acrescentar  azeitona, ervilha e pimenta aji amarela ou dedo de moça. 

Quando a água do cozimento estiver bastante reduzida e a galinha no ponto, ajustar o sal e a pimenta do reino, e colocar aos poucos os 250 ml de caldo, sempre mexendo bem. Servir com arroz branco.  8 porções.

Cural  ou Corá de Milho Verde


2 litros de leite integral
6 a 8 espigas de milho
1 xícara (chá) de açúcar
1 pitada de sal
1 colher (café) de manteiga
Canela em pó (para polvilhar)

Modo de preparo:

1.  Abrir as espigas, retirar todo o "cabelo", lavar e cortar com a faca até o sabugo.
2.  Bater estes grãos no liquidificador com 1 litro de leite.
3.  Bater bem e coar em peneira fina e em um pano branco. Jogar o restante do leite sobre o bagaço e apertar bem para lavá-lo. Reserve o bagaço.
4.  Colocar na panela este suco de milho, a manteiga, o sal e a açúcar.
5.  Quando começar a engrossar veja se necessita colocar mais leite.
6.  Quando estiver pronto, polvilhe canela por cima



MENSAGEM...




Nenhum comentário: