Total de visualizações de página

quinta-feira, 31 de janeiro de 2013


NR 8 - EDIFICAÇÕES (108.000-8)

8.1. Esta Norma Regulamentadora - NR estabelece requisitos técnicos mínimos que devem ser observados nas edificações, para garantir segurança e conforto aos que nelas trabalhem.

8.2. Os locais de trabalho devem ter a altura do piso ao teto, pé direito, de acordo com as posturas municipais, atendidas as condições de conforto, segurança e salubridade, estabelecidas na Portaria 3.214/78.

8.2.1. A critério da autoridade competente em segurança e medicina do trabalho, poderá ser reduzido esse mínimo, desde que atendidas as condições de iluminação e conforto térmico compatíveis com a natureza do trabalho. (108.002-4 / I1)

8.3. Circulação.

8.3.1. Os pisos dos locais de trabalho não devem apresentar saliências nem depressões que prejudiquem a circulação de pessoas ou a movimentação de materiais. (108.003-2 / I1)

8.3.2. As aberturas nos pisos e nas paredes devem ser protegidas de forma que impeçam a queda de pessoas ou objetos. (108.004-0 / I2)

8.3.3. Os pisos, as escadas e rampas devem oferecer resistência suficiente para suportar as cargas móveis e fixas, para as quais a edificação se destina. (108.005-9 / I2)

8.3.4. As rampas e as escadas fixas de qualquer tipo devem ser construídas de acordo com as normas técnicas oficiais e mantidas em perfeito estado de conservação. (108.006-7 / I2)

8.3.5. Nos pisos, escadas, rampas, corredores e passagens dos locais de trabalho, onde houver perigo de escorregamento, serão empregados materiais ou processos antiderrapantes. (108.007-5 / I1)

8.3.6. Os andares acima do solo, tais como terraços, balcões, compartimentos para garagens e outros que não forem vedados por paredes externas, devem dispor de guarda-corpo de proteção contra quedas, de acordo com os seguintes requisitos: (108.008-3 / I2)

a)       ter altura de 0,90m (noventa centímetros), no mínimo, a contar do nível do pavimento; (108.009-1/ I1)
b)       quando for vazado, os vãos do guarda-corpo devem ter, pelo menos, uma das dimensões igual ou inferior a 0,12m (doze centímetros); (108.010-5 / I1)
c)       ser de material rígido e capaz de resistir ao esforço horizontal de 80kgf/m2 (oitenta quilogramasforça por metro quadrado) aplicado no seu ponto mais desfavorável. (108.011-3 /I1)

8.4. Proteção contra intempéries.

8.4.1. As partes externas, bem como todas as que separem unidades autônomas de uma edificação, ainda que não acompanhem sua estrutura, devem, obrigatoriamente, observar as normas técnicas oficiais relativas à resistência ao fogo, isolamento térmico, isolamento e condicionamento acústico, resistência estrutural e impermeabilidade. (108.012-1 / I1)
 )

8.4.2. Os pisos e as paredes dos locais de trabalho devem ser, sempre que necessário, impermeabilizados e protegidos contra a umidade. (108.013-0 /I1)

8.4.3. As coberturas dos locais de trabalho devem assegurar proteção contra as chuvas. (108.014-8 / I1)

8.4.4. As edificações dos locais de trabalho devem ser projetadas e construídas de modo a evitar insolação excessiva ou falta de insolação. (108.015-6 / I1)







$$$EMPREENDA, FAÇA E VENDA$$$
PAREDES DECORADAS...



FILTRO DE CAFÉ RECICLADO!!!UAU!!!








CULINÁRIA FÁCIL...
RECEITA: CUZCUZ DE PEIXE
RENDIMENTO: 20 PORÇÕES

Ingredientes

  • 1 kg de peixe em postas
  • 1 pacote(s) de farinha de milho amarela em flocos
  • 1 copo(s) de vinho branco
  • quanto baste de sal
  • 4 colher(es) (sopa) de salsinha picada(s)
  • 1 colher(es) (sopa) de coentro
  • 40 ml de suco de limão
  • 10 unidade(s) de tomate sem pele(s), sem sementes
  • 5 unidade(s) de cebola picada(s)
  • 1 xícara(s) (chá) de azeite 
  • 2 colher(es) (sopa) de manteiga 
  • 1 kg de camarão cinza limpo(s)
  • 1 lata(s) de sardinha com óleo
  • 2 unidade(s) de ovo cozido
  • 1/2 lata(s) de palmito
  • quanto baste de pimenta-do-reino branca
  • 100 ml de leite de coco
  • quanto baste de água
  • 2 unidade(s) de pimentão verde picado(s)


PREPARO
Leve parte da farinha ao liquidificador com um pouco de água; bata 

com pouca velocidade. Retire e coloque numa vasilha funda, vá 

amassando com as mãos, juntando o restante da farinha aos poucos 

até obter uma massa homogênea. 


Leve uma panela ao fogo com 1 colher (sopa) de manteiga, 2 

colheres (sopa) de azeite, junte 3 cebolas, 5 tomates, coentro, e a 

salsinha e deixe refogar bem. 


Em seguida junte os camarões, o suco do limão, tampe a panela,

 deixe 10 minutos e diminua o fogo. Com o restante do azeite e da 

manteiga, faça um refogado com 2 cebolas, 5 tomates e os 

pimentões bem picados; junte o peixe e o vinho, tampe a panela e 

deixe refogar por 10 minutos. Retire as posta do peixe, corte em 

lascas e reserve. 


Passe o molho dos 2 refogados no liquidificador e reserve. O azeite 

contido na lata da sardinha, deve ser misturado à massa, enquanto 

estiver sendo trabalhada. 


Forre o fundo do cuscuzeiro (untado com azeite), com os ovos 

cortados em rodelas, palmito e tomate; coloque uma camada de 

massa, e vá intercalando com o camarão e peixe. 


À volta do cuscuzeiro, em sentido vertical, colocam-se as sardinhas 

e um pouco de massa ao lado. Encha a parte de baixo do cuscuzeiro 

com água fervendo e coloque a parte furadinha sobre a fôrma. 


Cubra com folhas de couve, tampe ajustando bem, quando as folhas 

de couve começar amarelar o cuscuz estará pronto. Desenforme 

morno.
FLAN DE MELANCIA...

A fruta rainha do verão, também faz bonito em sobremesas.
Ingredientes:
1 envelope de gelatina em pó sem sabor
1 lata de leite condensado
1 lata de creme de leite
Folhas de hortelã para decorar
A mesma medida de suco de melancia

Preparo:
Dissolva a gelatina em 4 colheres de sopa de água fria, 
coloque para derreter em banho maria, depois bata todos os 
ingredientes no liquidificador, coloque em uma forma para 
flan, leve a geladeira  por no mínimo 2 horas ou ate ficar 
firme.
Rendimento:  10 poções
Tempo de preparo:  15 minutos
Grau de dificuldade:  fácil



MENSAGEM...





Nenhum comentário: