Total de visualizações de página

terça-feira, 8 de janeiro de 2013

ESCOLARIDADE DO TRABALHADOR!!!
Ao se lançar no mercado de trabalho o profissional deve se preparar para a grande missão que envolve a profissão. A lida com camadas sociais diferentes faz com que o Técnico em Segurança tenha que desenvolver métodos distintos no trato com as pessoas, levando-se em conta que em muitos setores de trabalho a escolaridade é muito baixa.

A simplicidade aproxima as pessoas da mesma forma que a sofisticação pode repelir. Ser simples na comunicação com os trabalhadores de menos escolaridade não quer dizer ser simplório, mas sim tratá-los de uma maneira que a mensagem que você deseja passar seja entendida de acordo com a capacidade de cada indivíduo. Quanto menor o índice de escolaridade do Trabalhador, maior a responsabilidade do Técnico em Segurança do Trabalho.
DDS INÚLTIL!!!
A utilização de palavras difíceis pode tornar ineficaz, por exemplo, o DDS – Diálogo Diário de Segurança, ferramenta muito utilizada para divulgar a Segurança do Trabalho em forma de instruções para os trabalhadores.
Por outro lado os trabalhadores que possuem um índice mais alto de educação escolar são mais críticos e questionam mais, tornando a vida do profissional em Segurança do Trabalho bastante embaraçosa se este não tiver muita vivência ou pouco conhecimento técnico da profissão. Tentar parecer aquilo que não é, demonstrar conhecimento que não possui ou abordar assuntos que na realidade não domina pode complicar o profissional na empresa.

Para se sentir seguro é necessário buscar conhecimento sempre. Estudar a Segurança do Trabalho não se limita apenas no período da formação profissional, mas durante toda a vida do Técnico cujo desempenho da função deve ser pautado sempre pela primazia do saber. A busca incessante pelo conhecimento traz segurança ao Técnico na hora de desempenhar as suas atribuições além de possibilitar uma prestação de serviço de melhor qualidade.
Cursos de atualização, leituras regulares das Normas Regulamentadoras(principalmente com ênfase nas NR´s que envolvam diretamente a atividade da empresa onde esteja atuando), participar de Fóruns de Segurança do Trabalho, sites de relacionamentos e uma boa rede de contatos para troca de informações, são requisitos fundamentais para atuar com mais qualidade. 

É extremamente prejudicial ao profissional que não estiver bem informado acerca da profissão que exerce, pois além de colocar vidas em risco com instruções deficientes, põe também em risco toda a credibilidade do técnico que passa a ser visto com desconfiança na empresa.
FONTE: LIVESEG




$$$EMPREENDA, FAÇA E VENDA$$$
NOTAS MUSICAIS...













CULINÁRIA FÁCIL...
RECEITA:
FRANGO AO MOLHO DE TOMATES E ERVILHAS
Ingredientes:
1kg de filé de frango cortado em cubos

3 colheres (sopa) de óleo
2 cebolas médias picadas
2 dentes de alho picados
1 lata de tomate pelado
1 xícara de ervilhas congeladas
2 xícaras de água
sal e pimenta-do-reino


Modo de fazer:

Numa panela grande coloque o óleo, frite a cebola, depois o alho, junte o frango, a pimenta, o sal e frite até dourar, adicione os tomates, o caldo da lata e cozinhe até os tomates começarem a desmanchar, coloque a água, diminua o fogo e cozinhe até o molho reduzir pela metade, junte as ervilhas e cozinhe por mais alguns minutos. Sirva quente.



SAGU DE LARANJA
Sagu de Laranja
Ingredientes:
1 xícara de sagu

5 xícaras de suco de laranja
2 xícaras de água
1 xícara de açúcar
2 cravos


Modo de fazer:
Coloque o sagu numa tigela e cubra com água, reserve por uns 10 minutos. Numa panela grande coloque o suco, água e os cravos, cozinhe até ferver, junte o sagu e continue cozinhando, por uns 15 minutos, mexendo somente para não queimar, adicione o açúcar e cozinhe por mais uns 5 minutos. Enquanto esfria, mexa algumas vezes. Sirva gelado com leite condensado.



MENSAGEM...
RECOMECE SEMPRE...
A CULPA NÃO RESOLVE NADA SÓ AGRAVA!!!

Nenhum comentário: