Total de visualizações de página

quinta-feira, 18 de outubro de 2012



O mercado de trabalho, no Brasil, está passando por um estágio de crescimento e fortalecimento, situação na qual os profissionais precisam ter garantidos os seus direitos, dentre eles o de segurança e proteção.

Nesse contexto, foi lançado pelo governo, no dia 27 de abril de 2012, em Brasília, o Plano Nacional de Segurança e Saúde no Trabalho. O objetivo é reduzir casos de doenças e acidentes de trabalho. O novo plano pretende integrar ações já existentes que asseguram melhores condições no ambiente de trabalho e nas relações estabelecidas entre patrão e empregado. O que muda com sua chegada é a melhor organização do panorama, definição de responsabilidades e prazos para implementação.

O novo Plano Nacional de Segurança e Saúde no Trabalho funciona através de uma articulação entre três ministérios, do Trabalho e Emprego, da Previdência Social e da Saúde, responsáveis por conduzir essa iniciativa no sentido de unificar ações em um único plano. Outra inovação é a definição de responsabilidades divididas entre governo, empregadores e trabalhadores.
O pacote de ações está dividido segundo o tempo para realização das tarefas: curto, médio e longo prazo, fora ações de caráter permanente. Foram definidos oito objetivos, dentre eles:

• Harmonização da legislação trabalhista, sanitária e previdenciária relacionadas à saúde e segurança do trabalho;
• Integração das ações governamentais para o setor;
• Adoção de medidas especiais para atividades de alto risco de doença e acidentes;
• Criação de uma agenda integrada de estudos em saúde e segurança do trabalho.

Foi, à época, destacada a importância da realização de inspeções de segurança e saúde no ambiente laboral no sentido de prevenir e reduzir acidentes. Dados da Secretaria de Inspeção do Trabalho (SIT), do Ministério do Trabalho, mostraram que, no Brasil, são realizadas cerca de 540 fiscalizações de segurança e saúde diariamente, mais de 130 mil auditorias por ano. Como consequência, pode-se perceber uma redução nos indicadores de acidentes e doenças relacionadas ao trabalho, bem como uma queda no índice de mortalidade por acidente.

Segundo dados dos Anuários Estatísticos de Acidentes do Trabalho, o índice de mortalidade por acidente de trabalho (relação entre o número de mortos por acidente para cada grupo de 100 mil trabalhadores) era de 11,5 em 2003 e passou, no ano de 2010, a 7,4. O número absoluto de acidentes por ano diminuiu de 756 mil em 2008 para 701 mil em 2010. Conforme dados da Previdência Social, foram registrados 701.496 acidentes de trabalho em 2010, enquanto em 2009, foram 733.365, o que demonstra retração de 4,35%.

FONTE: SERGS, GOV





$$$EMPREENDA, FAÇA E VENDA$$$
PNEUS?!?!?!!?










]







































CULINÁRIA FÁCIL...
RECEITA:
- BOLINHO DE AIPIM -

Ingredientes


• 1 kg de aipim (mandioca, macaxeira) cozido e 



amassado

• 2 ovos

• 1 colher (sopa) de margarina

• Sal a gosto

• 200 g de queijo prato (ou muçarela) em cubinhos

• Farinha de rosca para empanar

• Óleo para fritar

Em uma vasilha, junte o aipim amassado, 1 ovo, a 



margarina e o sal. Misture tudo muito bem. Faça 



bolinhas do tamanho que desejar. Amasse cada 



bolinha na palma da mão ou sobre uma superfície lisa. 



Coloque 1 cubinho de queijo no centro e vá formando 



bolinhas. Reserve. Em um prato fundo, quebre o ovo 



que sobrou, batendo ligeiramente. Em outro prato, 



coloque a farinha

de rosca. Passe as bolinhas primeiro pelo ovo e depois 



pela farinha, para empaná-las. Frite em óleo bem 



quente até ficarem douradas. Escorra em papel-



toalha.



PUDIM SENSAÇÃO....




Ingredientes



Geleia de morangos

1 bandeja de morangos lavados e picados (300 g)

½ colher (sopa) de suco de limão

½ colher (sopa) de Tal e Qual (adoçante)
Pudim
1 embalagem de Pudim Doce Menor Sabor Chocolate

1 xícara (chá) de leite desnatado (200 ml)

1 lata de creme de leite light

Calda de chocolate 4 tabletes de Gold Chocolate ao Leite 

Diet picados (25 g cada)


Modo de preparo

Faça a geleia de morangos: leve todos os ingredientes ao 

fogo baixo, mexendo de vez em quando, por cerca de 5 

minutos, ou até formar uma geleia rala.


Deixe amornar e despeje no fundo de 6 taças.

Em seguida, faça o pudim: leve todos os ingredientes ao 

fogo baixo e mexa sempre, por cerca de 5 minutos, ou até 

começar a engrossar.


Espalhe o pudim por cima da geleia de morangos nas 

taças.


Por fim, prepare a calda de chocolate: derreta o chocolate 

junto com ¼ xícara (chá) de água (50 ml) em banho-

maria ou no micro-ondas, por 1 minuto, em potência 

média. Mexa bem até obter uma calda fluida.


Despeje por cima do pudim.

Leve as taças à geladeira por pelo menos 1 hora e sirva 

gelado.


Rendimento: 5 porções

Tempo de preparo: 30 minutos

Calorias: 244 por porção



MENSAGEM:




Nenhum comentário: