Total de visualizações de página

terça-feira, 12 de junho de 2012

                 Toxicologia Ocupacional


É área da toxicologia aplicada aos princípios e métodos para identificação, gestão e controle dos compostos químicos no ambiente de trabalho, visando o uso adequado e seguro de agentes químicos, que ofereça um ambiente salubre ao trabalhador.


O exame toxicológico é feito em trabalhadores expostos a riscos de intoxicação por meio de substancias tóxicas, como por exemplo, pintores de automóveis, trabalhadores rurais que têm contato com agrotóxicos, dentre outros.

CASO DE ESTUDO...




Avaliação clínica toxicológica e descrever o perfil laboratorial epidemiológico de trabalhadores ocupacionalmente expostos a produtos químicos assistidos no Ambulatório de Toxicologia Ocupacional da Diretoria Saúde do Trabalhador - DISAT/SES/DF, no período 1 de abril de 2003 a 31 de julho de 2004. Dentre os 222 trabalhadores avaliados, 188 foram expostos a agrotóxicos, em atividades agropecuárias, de saúde pública e serviços gerais.

Foram avaliados resultados dos exames clínico geral e neurológico, os parâmetros hematológicos e bioquímicos e a colinesterase plasmática. Dos trabalhadores expostos a agrotóxicos, 56,3% eram mulheres, 72,8% tinham entre 29 e 39 anos, 79,8% tinham ensino médio concluído e 81,3% eram aplicadores de agrotóxicos em campanhas de saúde pública. O organofosforado temefós esteve envolvido na maioria dos casos avaliados.

Cerca de 60% dos indivíduos estavam expostos a agrotóxicos há menos de 5 anos,sendo que 80,8% não utilizavam Equipamentos de Proteção Individual.


Os sintomas mais referidos foram cefaléia (79,3%) e prurido na pele (31,4%). A dosagem de colinesterase plasmática encontrou-se alterada em 15,4% do indivíduos, com níveis entre 25,0% e 37,7% de inibição.

Entre os trabalhadores expostos a agrotóxicos, 43 foram diagnosticados como intoxicados, baseados em critérios ocupacionais, clínicos e epidemiológicos e 30 foram classificados como doença ocupacional e acidente de trabalho. Verificou-se uma correlação significativa entre o tempo de exposição e acidente de trabalho.


Considera-se doença profissional aquela "inerente ou peculiar a determinado ramo de atividade" por estar intimamente ligada à natureza da profissão do indivíduo.

􀂄 Relação de causa efeito: trabalhador de pedreira ou jateamento de areia e desenvolve silicose; Trabalhador exposto a chumbo ou benzeno desenvolve saturnismo ou benzolismo, respectivamente.

􀂄 Para fins de prevenção e retorno à atividade ocupacional é de fundamental importância a caracterização da doença como profissional ou do trabalho, embora, para o diagnóstico e tratamento, esta relação causal não tem influência na abordagem terapêutica e nem no prognóstico.

Nem sempre é fácil estabelecer o nexo causal entre a exposição ocupacional e o aparecimento de agravos á saúde.

Efeitos Nocivos Associados aos Agentes Químicos

􀂄 Cromo: lesão característica semelhante à escabiose, conhecida como "sarna dos cromadores".

􀂄 Dioxina, clorobenzeno e parafina: acne

􀂄 Óleos minerais: foliculite e erupções

􀂄 Ácidos, bases fortes e agentes desengraxantes (detergentes, sabões e solventes: irritantes primários da pele

􀂄 Benzopireno: câncer de pulmão

􀂄 Asbesto: cancer de pleura

􀂄 Cádmio: enfisema

􀂄 Sílica: silicose

􀂄 Anidrido ftálico e anidrido maleico: constrição bronquiolar aguda,

􀂄 Dióxido de nitrogênio: bronquiolite obliterante.

􀂄 Cromo: perfuração do septo nasal Cádmio, benzeno, tricloroetileno, chumbo e mercúrio: anosmia

􀂄 CO: hipóxia celular.

􀂄 Acrilonitrila, antimônio, compostos nitro-aromáticos, selênio:

hepatopatias

􀂄 Cloreto de vinila: câncer hepático

􀂄 Chumbo, sulfato de bário tálio: constipação intestinal

􀂄 Arsênio, substâncias radioativas, bário, fósforo: diarréia

􀂄 Benzeno: alterações hematológicas

􀂄 Metais: Exposições contínuas a pequenas quantidades produzem efeitos cumulativos: intoxicação crônica: sintomas neurológicos, nutricionais e metabólicos.

􀂄 Chumbo inorgânico: anemia

􀂄 Hidrocarbonetos aromáticos: efeitos neurológicos: alucinações e distúrbios da memória.

􀂄 Aldrin, DDT, dieldrin, fenol, ácido oxálico, chumbo tetraetila, nicotina: levam a convulsões

􀂄 Antimônio, arsênio, chumbo inorgânico, compostos mercuriais: alterações neurológicas periféricas

􀂄 Dissulfeto de carbono, manganês: danos neurológicos semelhantes à doença de Parkinson

FONTE: SINTAX, Andréa Franco Amoras Magalhães



 CONTATE-NOS...


 Vai Passar o Dia 12 Sozinho?!?!?






Veja algumas Dicas para Encontrar um Par...


Dia dos Namorados, data em que muitos casais apaixonados trocam presentes, mas quem está sozinho? Como fazer para encontrar um par?

Eventos, promoções e até cursos, podem ajudar quem está sozinho a não passar mais o Dia dos Namorados sem companhia.


Sozinho nunca mais


Timidez


Já os mais tímidos podem recorrer a um curso básico de neurolinguística. Para participar, em primeiro é necessário ter paciência, afinal, o curso dura quatro meses.

Ministrado pelo INAp (Instituto de Neurolinguística Aplicada), o curso custa R$ 1.400, que podem ser parcelados em quatro vezes.


Se não dá para esperar, veja algumas dicas do INAp e boa paquera:


1. O corpo fala:

o estilo de se vestir, bem como o tom de voz e a postura corporal confiante devem ser muito bem valorizados. “Uma imagem vale mais do que mil palavras. As atitudes e comportamentos terão muito mais impacto do que a cantada”, destaca a vice-diretora do INAp, Maíra Larangeira.


2. Olhos nos olhos:

nunca aborde uma pessoa por trás para começar a conversa, pois por instinto, essa atitude gera uma reação negativa, de luta ou de fuga, e as chances de você receber uma resposta positiva já diminuem no início. “Antes de se aproximar, estabeleça um contato visual. Troque olhares, sorria. Mostre que você é agradável e que está interessado na pessoa. Busque agir com naturalidade”, explica o diretor do INAp, Jairo Mancilha.

3. Empatia gera sintonia:

se você quer ser visto como igual, procure criar algo em comum para se tornar interessante para o pretendente. “Faça ao outro o que ele deseja. Quando você concorda, a outra pessoa sente que está sendo entendida”, aconselha Maíra.


4. Fale menos e escute mais:

deixe a pessoa falar mais do que você. É importante desenvolver a habilidade de entrar no mundo da outra pessoa e fazê-la sentir que vocês possuem assuntos em comum. “Isso gera vínculo, sintonia. Os semelhantes se atraem. Esqueça a velha ideia de que os opostos se atraem, que só vale para a Física”, explica Mancilha.

















































$$$EMPREENDA, FAÇA E VENDA$$$



PAINÉIS DE FESTA, COM  MOTIVOS JUNINOS...

SOLTE SEU BALÃO DE ALEGRIA E VEJA SUA RENDA SUBIR...



















  
CULINÁRIA FÁCIL...
FRANGO CAIPIRA ASSADO NA MANTEIGA COM BATATAS



Manteiga


Ingredientes:
150g de manteiga
2 dentes de alho picado
1 colher de sopa de cada ervas picadas
Sálvia, estragão, salsa, cebolinha, tomilho, alecrim
2 colheres de urucum
Pimenta dedo-de-moça picado
Sal


Frango


Ingredientes:


1 frango caipira
1 limão siciliano cortado em 4 pedaços
3 folhas de louro
1 cabeça de alho cortada em 2 pedaços
Tomilho, louro e alecrim


Pomme paillasson


Ingredientes:


4 batatas
150g de queijo suíço ralado
4 colheres de sopa de manteiga clarificada
Salsa picada
Sal, pimenta


Modo de preparo:

Para fazer a manteiga de urucum, coloque no processador, manteiga, alho picado, urucum, sálvia, salsa, cebolinha francesa e estragão picados. Esprema um pouco de limão siciliano, pimenta dedo-de-moça, pimenta do reino e sal. Bata tudo.


Recheie o frango com alecrim, tomilho, limão siciliano cortado em 4 pedaços e uma cabeça de alho cortada em 2, sem descascar. Recheie com manteiga de urucum, entre a carne e a pele do frango, e amarre-o com um barbante. Tempere com sal e pimenta do reino. Ponha o resto da manteiga na parte de cima do frango. Leve ao forno por 160ºC durante 1h15 / 1h30. De vez em quando, retire-o do forno e regue-o com o próprio caldo e devolva.
Corte as batatas, com casca, em tiras bem finas. Coloque as fatias em uma travessa e tempere com sal e pimenta do reino. Despeje manteiga clarificada (ponha manteiga na panela e deixe derreter com fogo baixo; use depois de um tempo). Jogue um pouco de batata em uma frigideira, coloque queijo ralado e ponha o resto das batatas fatiadas em cima e deixe tostar.
Para finalizar, ponha a batata no prato, o frango inteiro em cima e sirva com um pouco de molho do frango.






MINGAU DE BANANA



INGREDIENTES:
4 bananas pacovãs
2 xícaras de água
1 lata de leite condensado
1 caixinha de creme de leite
1 xícara de tapioca de bolinha
1 vidro de leite de côco
1 colher de café de sal
canela
MODO DE FAZER:


Pique a banana ou raspe a banana para que ela fique em pedaços irregulares. Leve à panela com a água para cozinhar, assim que estiver cozida, quando levantar fervura, retire a espuma, para tirar a acidez da banana, acrescente a tapioca, o leite condensado, o leite de côco e a pitada de sal, até que a tapioca fique cozida e engrosse o mingau. No final adicone o creme de leite e pronto. Se achar que está sem doce, acrescente açúcar a gosto. Deixe engrossar um pouco e experimente para conferir se a tapioca ficou cozida.


Pronto, é só servir com canela ....é delicioso!
DICA DA VOVÓ: Eu fiz a experiência de acrescentar o leite de côco e ficou maravilhoso!
Para locais onde não se encontra a Banana Pacovã, use a Banana da Terra.
Foi colocado a tapioca antes de ferver a banana e não foi tirada a acidez, mas é opciconal.
O ideal é você fazer como está escrito aqui na receita.



MENSAGEM...







FAMÍLIA APERTE MAIS ESTE LAÇO!!!

Nenhum comentário: