Total de visualizações de página

quinta-feira, 22 de novembro de 2012






































PRECONCEITO CORPORATIVO
COMPORTAMENTO ORGANIZACIONAL
No mundo corporativo o preconceito é muito grande, principalmente no que diz respeito a alguns cargos e diferenças salariais. Tem alguns cargos de executivos, por exemplo, que não se contratam mulheres ou negros, por achar que eles não são capazes de assumir determinado cargo de gestão e as vezes quando contratam o salário esta bem abaixo da média, que os brancos masculinos ganham.Também a um preconceito muito grande em relação a idade, pois pessoas acima dos 40 anos que estão fora do mercado de trabalho, já são considerado pela maioria como velhos e que não servem mais para nada, é muito triste essa realidade, pois essas pessoas tem muita experiência e sabedoria que poderiam agregar com os jovens.

Mesmo o Brasil sendo um país com uma diversidade racial e cultural muito grande, ainda, mesmo que implicitamente, o preconceito está dentro da cabeça de muita gente, é uma coisa lamentável, em pleno século XXI, a população ainda descrimina, julga, insulta as pessoas pela sua raça, cor, classe social, religião e pela opção sexual.

preconceito é uma das piores maneiras que existem de se reagir às diferenças entre as pessoas. É crime repugnante, ninguém pode ser desclassificado de uma vaga de emprego devido a sua cor, religião, idade, raça, opção sexual, as empresas tem que ter essa consciência, de que estão selecionando pessoas e que quando forem contratar os candidatos, escolherem por seu talento, competência e seus méritos.
No meio organizacional, é comum que o convívio diário entre as pessoas abra espaço para determinados comportamentos que tanto podem ser demonstrados tanto através de afinidades que resultam em uma grande amizade, quanto em situações que ser tornam um estopim para o início de conflitos. No segundo caso, vários são os motivos que levam os profissionais a não terem uma sinergia que contribua para a condução das atividades laborais: falta de espírito de equipe; ausência de uma boa comunicação interna; presença de gestores despreparados para conduzir seus liderados, entre outros.
Contudo, existe um fator que não pode ser esquecido pelas organizações e que está mais presente no dia-a-dia corporativo muito mais do que muitos imaginam: o preconceito, que em inúmeros casos surge de forma discreta e que quando é notado já fez grandes estragos. Esse "calcanhar de Aquiles" é sem dúvida alguma um grande inimigo tanto dos profissionais quanto das pessoas, afinal ele se torna um entrave para a diversidade - considerada hoje fundamental para as empresas que buscam tornarem-se competitivas e criativas em um mercado em constante processo de mudanças. 
Para que o preconceito não crie raízes na empresa, seguem algumas dicas do que as empresas e os gestores podem adotar para que esse problema não ganhe espaço.
1 - Palestras educativas - Promover palestras educativas para os funcionários é uma alternativa eficaz para abordar temas comportamentais, inclusive sobre o tema diversidade que inclui o respeito ao colega de trabalho, principalmente com aqueles que não se tem muita afinidade.
2 - Comunicação interna - Recorra aos canais de comunicação interna para combater qualquer tipo de preconceito entre as pessoas. Enfatize que os profissisionais devem respeitar os ideais e as convicções dos seus pares.
3 - Lideranças - Os gestores têm um papel fundamental contra qualquer tipo de preconceito no meio corporativo. Para que eles se tornem agentes multiplicadores de conscientização junto aos funcionários. É recomendável que a área de RH sempre peça um feedback dos líderes em relação a esse assunto.
4 - Treinamentos comportamentais - É notório o valor dos treinamentos comportamentais, para que as pessoas consigam colaborar para um clima organizacional saudável. Por essa razão, aproveite a oportunidade para que o conteúdo enfatize o tema "preconceito".
5 - Consequências do preconceito - Sempre que o tema "preconceito" for trabalhado, seja em treinamentos, dinâmicas ou palestras, destaque as conseqüências que o preconceito pode gerar seja a quem é vítima dele, a quem o comete consciente ou inconscientemente, bem como à própria organização. Todos saem perdendo, uma vez que o preconceito impacta diretamente no dia-a-dia dos colaboradores.
6 - Ética - Caso a organização tenha um Código de Conduta ou de Ética, confira se o conteúdo do documento abre espaço para a temática "preconceito". Se o assunto não for mencionado ou, então, abordado de forma que deixe dúvidas sobre a postura da companhia em relação a atitudes preconceituosas, solicite que o código seja atualizado.
7 - Integração - Durante os processos de integração voltados para os recém-chegados, a área de RH não deve deixar de mencionar que o respeito aos colegas e qualquer tipo de preconceito vai de encontra os valores, a visão e a missão da empresa. Isso também deve ser lembrado para os programas de integração para os que já atuam na organização.
8 - Canal de denúncias - Não são raros os casos de pessoas que sofrem algum tipo de preconceito e ficam caladas porque não sabem como agir em determinadas situações. Por isso, a organização deve abrir um canal para que as denúncias sejam feitas tanto por quem é vítima de preconceito ou por aqueles que presenciaram um fato que agrida um colega de trabalho.
9 - Averiguação dos fatos - Ao receber uma denúncia de preconceito na empresa, antes da direção, do gestor ou mesmo a área de Recursos Humanos tomar alguma atitude, é imprescindível que a denúncia seja apurada, a fim de que sejam evitadas injustiças.
10 - Assédio moral - O preconceito contra as pessoas pode ser considerado uma atitude de assédio moral. Consequentemente, se o colaborador conseguir provas de que foi vítima de algum tipo de ação preconceituosa, o resultado pode gerar uma ação trabalhista.

BENEFÍCIOS DA DIVERSIDADE CULTURAL
PREPARE SUA EQUIPE PARA LIDAR COM A DIVERSIDADE

Diversidade - vinda do latim divertere - "voltar-se em diferentes direções", de dis-, "para o lado", mais vertere, "virar-se". Não é por acaso que essa palavra passou a fazer parte do dia a dia das empresas, pois cada vez mais as organizações procuram formar times de alta performance e para isso, a presença do diverso tornou-se fundamental. E por que estimular a diversidade no ambiente corporativo? Porque pessoas com visões, experiências diferenciadas somam-se a agregam um valor que poderá determinar o êxito do negócio. Confira abaixo algumas dicas para preparar os colaboradores para conviverem com a diversidade.
1 - Apresente à sua equipe cases de sucesso de empresas que acreditam e investem na diversidade. Mostre que esse "termo" não é um modismo e que já criou raízes em organizações de sucesso.
2 - Quando apresentar os cases, mantenha uma comunicação aberta. Ou seja, ofereça abertura para os membros da sua equipe. Pergunte se alguém também conhece outras experiências de sucesso e ouça o que as pessoas pensam sobre o assunto.
3 - Pontue indicadores positivos que a diversidade trará à organização como, por exemplo, o fato de que experiências diferenciadas não significa "dar margem aos conflitos", mas sim que conhecimentos diferenciados completam-se e isso, por sua vez, será bom tanto para a empresa quanto para os profissionais que terão a oportunidade de terem experiências novas.
4 - A diversidade traz benefícios tanto para o campo profissional quanto pessoal. Por exemplo: muitos profissionais da geração baby boomers sentem dificuldade de compreender comportamentos dos netos que são da geração Y. Quando esses talentos passam a conviver diariamente no trabalho, com a irreverência de um Y, poderá aproveitar a oportunidade para tentar entender os motivos que levam o seu neto a agir de determinada forma.
5 - Não pense que o diverso será recebido de "braços abertos" por uma equipe "conservadora". A inovação traz com ela a mudança de hábitos, de comportamentos, de quebra de paradigmas. Por essa razão, sempre que for investir na diversidade, trabalhe com toda a equipe no sentido de que a zona de conforto que os colaboradores se encontram seja vencida? Como realizar esse trabalho? Através de campanhas de sensibilização, de diálogo aberto e, sobretudo, com o apoio dos líderes. Diga-se de passagem, que a alta direção também deverá abraçar essa proposta.
6 - Além de trabalhar com todos os colaboradores, para que a diversidade passe a fazer parte da cultura da empresa, é indispensável que a área de Recursos Humanos realize um treinamento específico com os líderes, afinal eles estarão em contato direto com as equipes e são os porta-vozes oficiais da empresa.
- Diversidade presente nas equipes, líderes bem preparados para lidar com o inesperado. É mais um dos lados positivos que o diverso oferece às organizações. Lembre aos líderes que eles também serão beneficiados pela inovação e terão mais feeling para gerir pessoas que em essência são únicas.
8 - A diversidade é uma rica oportunidade de aprendizado para os profissionais que já atuam na organização quanto para aqueles que chegam. Isso precisa ser enfatizado para que a resistência natural das pessoas ao inesperado não seja tão impactante. Além disso, é sempre bom lembrar que a diversidade permite que as pessoas desenvolvam novas competências, inclusive no campo comportamental.
9 - Por falar em comportamento, muitas empresas que investiram no diverso viram o espírito de equipe ser fortalecido entre os colaboradores. Isso é fácil de ser compreendido, pois para se alcançar ou superar metas é preciso compartilhar conhecimentos, trocar ideias para se chegar a um denominador comum e, consequentemente, a uma melhor alternativa para solucionar e até mesmo se antecipar a um problema.
10 - Lembre a todos os profissionais que a diversidade não ficará restrita à organização, ela se tornará uma experiência de vida, uma oportunidade que poderá trazer melhorias para a qualidade de vida. Novas amizades, por exemplo, sempre surgem quando o diverso se faz presente na empresa. As pessoas abrem suas mentes para coisas, para fatos que antes consideravam longe de suas realidades. Faz pouco tempo que tive uma gratificante conversa com um profissional que estava bem próximo de oficializar a sua aposentadoria. Ao invés de "pendurar" as chuteiras, ele me disse: "Assim que cumprir com meu papel aqui, vou fazer um curso de informática. Quero ficar conectado com os meninos que vão ficar na empresa e acompanhar meu filho, saber o que ele está aprendendo. E já entrei no judô para a terceira idade. Quero ficar sarado". Depois de dar boas risadas comigo, ele foi realizar suas atividades de mais um dia de trabalho. Apesar de saber que em breve mudará sua rotina e não verá os "meninos" diariamente, a vontade de aprendizado que a nova geração deixou para esse baby boomer é algo que não tem valor.
FONTE: RH.COM.BR




"HOMOFOBIA É UMA DOENÇA SOCIAL"


CONVITE
PARTICIPE!!!

$$$ EMPREENDA, FAÇA E VENDA$$$
NATAL...
RECICLAGEM EM FORMA DE GUIRLANDA COM CARTÃO DE NATAL ANTIGO COLADOS NUMA BASE DE PAPELÃO REDONDO!!!
DE POTES DE SORVETE!!!FOFOOOOO!!!

COM CD'S
ROLINHOS DE PAPEL HIGIÊNICOS DECORADOS E CORTADOS!!!


CULINÁRIA FÁCIL...
A BETERRABA:
A beterraba contem vitaminas A, C, do complexo B e sais minerais como ferro, zinco, sódio, potássio e magnésio. Ajuda a combater anemia!

RECEITA:
SANDUÍCHE COLORIDO!!!
Ingredientes:


. 2 latas de atum

. 1 beterraba
. 2 maçãs
. 1 cenoura


. 2 pacotes de pão de forma

. 500 g de maionese


. 1/4 de xícara (chá) de salsa picada

. 1/4 de xícara (chá) de cebolinha verde picada


Para decorar:. 

Azeitonas verdes recheadas

. Salsa picada
. Cebolinha verde picada

Modo de preparo

Escorra o atum e amasse com um garfo. 

Descasque a beterraba e passe no ralador grosso. 

Separadamente, faça o mesmo com a maçã e a cenoura. 

Retire a casca do pão e arrume quatro fatias, lado a lado, 

num prato retangular e cubra com uma camada de 

maionese. Espalhe metade do atum por cima. 

Cubra com mais quatro fatias de pão, unte com a 

maionese  e espalhe a beterraba por cima.

 Ponha mais uma camada de pão, unte com maionese e 

espalhe a maçã e o atum restante.

 Junte a salsa e a cebolinha. 

Repita outra camada de pão e polvilhe com essa mistura.

 Repita uma camada de pão com maionese e, sobre ela, 

espalhe a cenoura.

Finalize com uma camada de pão e unte com maionese. 

Decore com azeitonas, salsa e cebolinha. Sirva.


Rendimento: 12 porções.


PUDIM DE BETERRABA...

Ingredientes: 

2 (250g) beterrabas média cozida com a casca
1 caixa de leite condensado
395ml  de proteína do leite   
4 ovo.

Modo de Preparo: 

Bater bem todos os ingredientes no 
liquidificador.Caramelar uma forma de pudim com 1 
xícara (170g) de açúcar mascavo. Após caramelado o 
açúcar acrescentar a mistura do pudim e levar a 
banho Maria por mais ou menos 50 minutosem fogo 
baixo.

FOI UM SUCESSO O:

AGRADECEMOS Á TODO(A)S QUE PARTICIPARAM DESSE ÚLTIMO EVENTO DO ANO DE 2012 PELOS ANCIÃOS E ANCIÃS ABANDONADOS QUE SÃO ACOLHIDOS E CUIDADOS PELO LEAL-LAR ESPÍRITA ANDRÉ LUIZ!!!

MENSAGEM:




Nenhum comentário: