Total de visualizações de página

quarta-feira, 9 de julho de 2014



EM HOMENAGEM AOS 6 TRABALHADORES MORTOS EM PARECIS/RO COM A QUEDA DA TORRE DE TRANSMISSÃO QUE CAIU!!!

Seis trabalhadores morrem após queda de torre de transmissão em RO.
A tragédia que vitimou seis trabalhadores aconteceu logo após o almoço, início da tarde desta segunda-feira, dia 07 de julho, na Capa 36 esquina com a linha 80, zona rural de Parecis-RO.

Segundo informações extra oficiais, uma torre de sustentação dos cabos de transmissão de energia do chamado “linhão”, desabou com seis trabalhadores. A torre de cerca de 40 metros de altura veio abaixo após o rompimento de um dos cabos de sustentação.

Na hora do desabamento as vítimas estavam trabalhando em cima da torre.

Cinco pessoas morreram na hora, e uma chegou a ser encaminhada com vida ao Hospital Regional em Cacoal, porém não resistiu e morreu logo após dar entrada no hospital.

A equipe de reportagens do site Pimenta Virtual em caráter não oficial, conseguiu o primeiro nome das vítimas, que foram identificadas como sendo: Liner, Alcides, Bernardo, Manoel, Raul e Elio (Vítima que morreu no hospital em Cacoal).

Todas as seis vítimas eram de nacionalidade peruana.

A empresa responsável pela obra de construção do “linhão”, não quis falar sobre a tragédia.Algumas vítimas ficaram irreconhecíveis, por este motivo será necessário fazer exames de identificação dos corpos.A cena dos corpos entrelaçados em meio as ferragens retorcidas da torre é extremamente impactante.


 Funcionários trabalhavam em torre com cerca de 40 metros de altura. Cinco vítimas morreram na hora e uma morreu a caminho do hospital.

Seis pessoas morreram ao cair de uma torre em Parecis (RO), distante 457 quilômetros de Porto Velho, por volta de 18h30 de segunda-feira (7). De acordo com o boletim de ocorrência registrado na Delegacia de Polícia Civil de Santa Luzia do Oeste, no momento da queda da torre de transmissão, os seis funcionários trabalhavam em cima da estrutura de aproximadamente 40 metros de altura.
Segundo a Polícia Militar, as vítimas são de nacionalidade peruana e estavam trabalhando na construção da torre na zona rural do município. A estrutura teria caído após um cabo de sustentação se soltar. Cinco funcionários morreram na hora e um chegou a ser socorrido com vida, mas morreu a caminho do Hospital Regional de Cacoal.
Os corpos foram encaminhados ao Instituto Médico Legal (IML) de Rolim de Moura. A Polícia Civil investiga as causas do acidente.




















Motorista de ônibus de Manaus receberá adicional de insalubridade por exposição ao calor


A Justiça do Trabalho deferiu adicional de insalubridade de 20% a um motorista de ônibus urbano de Manaus (AM), porque o calor ao qual estava exposto no desempenho da atividade ultrapassa o limite de tolerância. As empresas de transporte recorreram ao Tribunal Superior do Trabalho (TST) contra a condenação, mas a Segunda Turma negou provimento ao agravo de instrumento, o que, na prática, mantém o entendimento regional.

Laudos periciais trazidos de outras reclamações trabalhistas constataram que motoristas e cobradores trabalhavam em temperatura média de 32° a 33°, o que daria direito ao adicional de insalubridade em grau médio (20%). O Tribunal Regional do Trabalho da 11ª Região (TRT-AM/RR), que deferiu o adicional, ressaltou que, ainda que a exposição ao calor excessivo não ocorresse em toda a jornada de trabalho, "pelo menos em parte dela as condições de temperatura são realmente muito elevadas, ainda mais considerando que a atividade se desenvolve no interior de ônibus urbano".

De acordo com o TRT, não há controvérsia quanto fato de que os trabalhadores de transporte público de Manaus sofrem com as condições climáticas da Região Norte. Além de enfrentar altas temperaturas, em local confinado, na maioria das vezes em ônibus superlotados, os motoristas estão expostos ao aquecimento proveniente do motor do veículo e do asfalto.

No recurso ao TST, a Transmanaus - Transportes Urbanos Manaus Sociedade de Propósito Específico Ltda. e a Açaí Transportes Ltda. sustentaram ser indevida a condenação por falta de previsão legal. O ministro José Roberto Freire Pimenta, relator do agravo, observou que "não se trata de simples exposição do trabalhador a raios solares ou a variações climáticas", no caso. Por se tratar de exposição ao calor, quando ultrapassado o limite de tolerância, há previsão na Norma Regulamentadora 15 do Ministério do Trabalho e Emprego.

Além de citar precedentes da Segunda Turma no mesmo sentido em processos contra a própria Transmanaus, o relator frisou que, diante da constatação fática, contida nos laudos que fundamentaram a decisão do TRT, de que o motorista atuava em condições insalubres, é inviável o reexame de fatos e provas, como previsto na Súmula 126 do TST.

(Lourdes Tavares/CF) - Processo: AIRR-18-36.2013.5.11.0001





DDS, PALESTRAS, WORKSHOP'S, 
TREINAMENTOS, INSTITUIÇÃO E CURSO DE 
CIPA, MEDIÇÕES E PROJETOS 
CONTATE-NOS PELOS E-MAIL'S: 
ecs559@hotmail.com e liliansat9@hotmail.com 
PARA ORÇAMENTOS SEM CUSTO!!! 


 










PARABÉNS TST's!!!
$$$EMPREENDA, FAÇA E VENDA$$$















CULINÁRIA FÁCIL...

TORTA VEGETARIANA...
RECHEIO

INGREDIENTES

- 1 cebola media picada
- 1 talo de alho poro picado- 200 gr. de cogumelos frescos cortados em quadradinhos
- palmitos picados (eu usei um vidro médio)
- 1/4 de xicara de azeitonas verdes fatiadas
- 1/4 de xicara de tomates cereja fatiados
- sal e pimenta a gosto
- 2 colheres de sopa de óleo vegetal

PREPARO
Em uma frigideira grande aqueça o óleo.  Doure a cebola e o alho poro.
Tempere com sal e pimenta e acrescente os cogumelos. 
Mexa delicadamente, abaixe o fogo e deixe apurar por uns 3 minutos. Desligue a o fogo, acrescente os palmitos, as azeitonas e os tomates. Misture bem, verifique o sal e reserve enquanto prepara a massa.



INGREDIENTES PARA A MASSA

- 1 1/2 xicara de agua 
- 1/2 xicara de óleo vegetal
- 1 cebola pequena 
- 2 xicaras de farinha de trigo comum
- 1 colher de cha de sal
- 1 colher de cha de açúcar  cristal
- 1 colher de sopa de fermento em po (para bolos, tipo Royal)

PREPARO

Coloque os ingredientes ( menos o fermento) no liquidificador na ordem indicada acima. Bata bem ate formar uma mistura bem lisa e homogênea.
Coloque então o fermento e misture sem bater. 
Pode ligar o liquidificador rapidamente apenas para misturar, o fermento, o ideal e não bater depois de acrescentar o fermento na massa.

INGREDIENTES PARA FINALIZAR A TORTA

- 2 colheres de sopa de óleo vegetal
- 1 colher de sopa de molho shoyo

MONTAGEM DA TORTA

Unte um refratário retangular e coloque a metade da massa e cubra tudo com o recheio e coloque o restante da massa espalhando bem para cobrir uniformemente. 
Na imagem abaixo você pode ver o ponto da massa e recheio.


Leve para assar em forno pré-aquecido por uns 30 minutos. 
Retire do forno e pincele uma mistura das duas colheres de óleo vegetal com 1 colher de sopa de molho shoyo. 
Devolva ao forno e deixe por mais uns 10 ou 15 minutos ate dourar. 
Pronto, espere esfriar um pouco e sirva.


Cubinhos de chocolate e menta
INGREDIENTES:
500 g de chocolate meio amargo
1 lata de leite condensado
2 pacotinhos de bala Halls preta
100 g de chocolate branco (para enfeitar)

PREPARO
Derreta o chocolate em banho-maria, quando estiver todo derretido tire do fogo e acrescente as balas totalmente trituradas, como se fosse um pó (é só enrolar as balas em um pano e bater com martelo de carne)
Se preferir pode deixar alguns pedaços
Após acrescentar as balas acrescente o leite condensado e mexa bem até que a mistura comece a desgrudar do refratário
Em uma forma pequena, coloque o papel manteiga, deixando um parte para fora, para desenformar
Coloque a mistura na forma com papel manteiga e alise bem
Coloque na geladeira por cerca de 1 hora
Quando estiver totalmente firme, desenforme
Para enfeitar faça riscas ou desenhos com o chocolate branco derretido da mesma forma que o chocolate meio amargo, espere secar o chocolate branco e corte com uma faca sem serra e aquecida no fogo, para ficar com um corte reto e sem esfarelar



MENSAGEM: 

 
 










Nenhum comentário: