terça-feira, 28 de junho de 2011

SEGURANÇA NO LAR

FATORES QUE LEVAM À QUEDA!!!




EM TODA A RESIDÊNCIA



• Mantenha uma boa iluminação em todos os cômodos da casa e uma luz na entrada principal da residência.

• As lâmpadas devem ser de fácil manutenção e substituição.

• Nunca deixe fios elétricos e de telefone desprotegidos. Prenda-os à parede.

• Evite tapetes no chão, principalmente nas escadas. Se for usá-los, fixe-os ao chão.

• Pinte de cores diferentes ou faça marcas visíveis no primeiro e no último degraus das escadas. Elas devem ter degraus com piso antiderrapante. Converse com seu médico sobre a necessidade de colocar barras de apoio (corrimão).

• Use sapatos com saltos largos e calcanhares reforçados, para evitar que o pé se movimente. Não use chinelos. Prefira os calçados fechados.

• Cuidado para não errar a dosagem dos remédios.

• Não use camisolas e robes compridos, para evitar tropeços, principalmente no meio da noite.

• No quintal, evite o acúmulo de folhas e flores úmidas no chão.

• Ao dormir, deixe a luz do corredor acesa para auxiliar a visão caso acorde no meio da noite.

• Se cair e tiver dores, procure assistência médica. Deixe o telefone em um local de fácil acesso, para quando for necessário pedir ajuda.



NO QUARTO



• Procure utilizar uma cama larga, com altura suficiente para que sentado você consiga apoiar os pés no chão, evitando tonturas. Ao deitar-se, utilize sempre um travesseiro para apoiar a cabeça.

• Use uma mesa de cabeceira, de preferência, com bordas arredondadas e procure fixá-la ao chão ou à parede, para evitar que se desloque caso você se apoie nela.

• Mantenha uma cadeira ou poltrona no quarto, para que você possa sentar-se na hora de calçar meias e sapatos.

• Os interruptores devem estar ao alcance de sua mão quando você estiver deitado na cama, para evitar que você se levante no escuro.

• Evite prateleiras muito altas ou baixas, para diminuir o esforço físico ao procurar algum objeto.



NO BANHEIRO



• O piso do box, assim como de todo o banheiro, deve ser antiderrapante.

• Evite prateleiras de vidro e superfícies cortantes, e não use aquecedores a gás dentro do banheiro. Eles devem ficar em um local arejado da casa, como, por exemplo, a área de serviço.

• Se for necessário, utilize barras de apoio no box e nas paredes próximas ao vaso sanitário.

• O banheiro deve ter espaço útil para duas pessoas, para o caso de você precisar de ajuda.

• Certifique-se de que os interruptores e as tomadas elétricas estão em locais altos e em áreas secas do banheiro.



NA COZINHA



• Os armários não devem ficar em locais muito altos. Guarde os objetos que são pouco utilizados nos armários superiores e os de uso freqüente, em locais de fácil acesso.

• Instale o botijão de gás fora da cozinha.

• Evite colocar peso nas portas da geladeira e utilize as prateleiras que não exijam que você abaixe ou levante muito os seus braços.

• Os fornos elétricos e os microondas devem ser instalados em local de fácil acesso. Lembre-se de desligar fornos, microondas e ferros de passar roupa, após o uso.



NAS SALAS



• Procure utilizar cores claras nas paredes e aumentar a iluminação, tornando-a três vezes mais forte que o normal, para compensar suas dificuldades visuais. Uma boa dica é completar a iluminação fazendo uso de luminárias de fácil manutenção.

• Opte por sofás e poltronas confortáveis, com assentos não muito macios, e que facilitem os atos de sentar-se e levantar-se.

• Evite quinas de vidro, metal ou materiais cortantes em mesas de apoio.

• Não use tapete embaixo da mesa da sala jantar e deixe um espaço no entorno da mesa para a movimentação das pessoas.

• Prefira pisos antiderrapantes.



PROGRAMA DE PREVENÇÃO DE RISCOS



O que é o programa de prevenção de quedas?

O programa se baseia em uma avaliação prévia do paciente, onde os fatores de risco vão ser destacados e através desta avaliação é elaborado um programa de tratamento que compreende desde alongamento, fortalecimento muscular, treino de marcha e treino de equilíbrio.



Como sei se estou em risco?

Quedas freqüentes.

Problemas de visão.

Deformidades dos pés.

Doenças como labirintites, esclerose múltipla, doença de Parkinson, derrame cerebral, arritmias cardíacas, etc.

Redução da força muscular de membros inferiores.

Uso de medicamentos ou drogas que possam afetar o equilíbrio.

A qualquer destes sintomas você deve procurar um médico, e se orientar.



Quais os benefícios de um programa de prevenção de quedas quedas?

Diminuição do risco de problemas de saúde associados à queda Aumento da auto-estima.

Melhoria da condição física global, com todos os aspectos positivos que o exercício físico acarreta.

Diminuição dos episódios depressivos e problemas emocionais.

Melhor qualidade de vida.

Maior longevidade.

Fonte: www.qualivida.intermedica.com.br



Um comentário:

O PREVENCIONISTA disse...

Boa Tarde Amigo prevencionista!!!
Também temos que tomarmos algumas providências quanto a segurança de nossa casa, que está cheia de riscos para o acontecimento de acidentes.

A Prevenção deve ser feita 24 horas de nossas vidas.

SAUDAÇÕES DO PREVENCIONISTA.